nsc
nsc

Análise

Turma do "deixa disso" tenta reconstruir pontes de Blumenau com o governo

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
20/11/2021 - 08h00
Prefeito pediu apoio a projetos, o principal deles o Corredor Norte
Prefeito pediu apoio a projetos, o principal deles o Corredor Norte (Foto: Divulgação)

Uma ação política coordenada tenta reconstruir pontes de Blumenau com o governo Carlos Moisés (sem partido) neste fim de ano. O movimento começou há pouco mais de uma semana e tornou-se evidente no encontro do governador com o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos), terça-feira (16), em Florianópolis. Ainda é pouco para cobrir o abismo entre os dois, mas a turma do "deixa disso" conseguiu ao menos reativar uma pauta importante para a infraestrutura da cidade.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

No centro da reaproximação está o chamado Corredor Norte, reformulação da SC-108, na Itoupava Central, que seria municipalizada. Blumenau está perto de tomar 50 milhões de dólares em empréstimo com o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata). Mas só poderia executar o plano completo com apoio do governo estadual.

No dia 12, Hildebrandt deslocou-se, debaixo de chuva forte, até a Vila Itoupava para encontrar o secretário de Infraestrutura, Thiago Vieira, de passagem pela cidade. Em paralelo, interlocutores como o advogado Marcos Probst, que trabalha nos tribunais tanto para Moisés quanto para Hildebrandt, estimularam o diálogo. No mesmo contexto, o presidente do Podemos SC, Camilo Martins, atuou para viabilizar a agenda de Moisés com prefeitos do partido.

Mário Hildebrandt comemorou o resultado da entrevista e anunciou que uma nova deve ocorrer em breve. A avaliação, na gestão municipal, é de que Moisés abordou os pedidos com interesse. A postura dele contrasta com recentes demonstrações públicas de desapreço a Hildebrandt.

O governador ignorou convite para o jantar na Vila Germânica do qual participaram quatro pré-candidatos ao governo, em outubro. Nem representante mandou. Tem mantido agenda intensa no Vale do Itajaí, anunciando investimentos milionários em cidades como Massaranduba, Pomerode, Indaial, Ascurra, Rio dos Cedros e Timbó. Para Blumenau, sobram farpas sobre projetos que demoram a sair, como as melhorias no Quero-Quero e o Centro de Convenções.

O principal projeto de infraestrutura apresentado a Moisés na terça conjuga interesses do governador que concorrerá à reeleição com os do prefeito em segundo mandato. Juntas, a municipalização da atual SC-108 e a Via Expressa prolongada definem uma nova rota de desenvolvimento, que conectaria Blumenau por pistas duplicadas até a BR-280 e de lá à BR-101.

Antes, contudo, será preciso duplicar a rota política Blumenau-Florianópolis que acaba de ser reaberta.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Leia também

Duplicação da BR-470 deixa a vida dos pedestres para depois

Acusado de matar engenheiro de Blumenau vai a julgamento em Curitiba

Escadaria do Frohsinn, em Blumenau, vai virar uma "cachoeira de concreto"

Vacinação no Brasil ultrapassa EUA e explica por que a Pfizer insistiu tanto

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas