nsc
nsc

Memória

Legado de Jaime Lerner em SC inclui consultorias para cidades e visão inovadora de urbanismo

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
27/05/2021 - 13h49 - Atualizada em: 27/05/2021 - 13h58
Jaime Lerner
Arquiteto, referência em planejamento urbano, morreu nesta quinta-feira aos 83 anos (Foto: Daniel Conzi, BD)

Reconhecido internacionalmente por alçar Curitiba a outro patamar de planejamento urbano, o ex-governador do Paraná Jaime Lerner, que morreu nesta quinta-feira (27) aos 83 anos, vítima de complicações renais, deixou um legado importante também em Santa Catarina. 

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Se na capital paranaense, onde também foi prefeito, o renomado arquiteto e urbanista ampliou áreas verdes e consolidou um sistema integrado de transporte coletivo que se tornaria referência, com faixas exclusivas para ônibus, em solo catarinense o trabalho de Lerner seguiu outra linha: foi marcado por consultorias para grandes cidades e a assinatura de projetos que trazem uma nova relação entre construção civil, mobilidade de pessoas e sustentabilidade. 

Um dos projetos mais recentes no qual Lerner esteve envolvido no Estado é o Viva Park, bairro parque com investimento bilionário que está sendo construído pela Vokkan Urbanismo na entrada de Porto Belo. Assinado pelo arquiteto, o megaempreendimento mescla moradia, comércio e prestação de serviços em uma área de mais de 500 mil metros quadrados só na primeira etapa de implantação.

Jaime Lerner
Lerner ao lado de Rafael Kirchner, André Miranda e Julio Kipper, sócios da Vokkan Urbanismo
(Foto: )

A proposta é considerada inovadora no país. Todos os 261 lotes residenciais do espaço foram vendidos em apenas sete horas após o lançamento, no ano passado. Projetos semelhantes da Vokkan estão previstos também para Navegantes e Joinville.

No início de 2020, a prefeitura de Balneário Camboriú assinou um contrato milionário, de R$ 1,3 milhão, com o escritório de Lerner para desenhar um novo modelo de crescimento para a cidade, conhecida pelos altos índices de densidade populacional. Projeto semelhante, para ocupação habitacional, também foi sugerido para Joinville, maior cidade do Estado.

Para a capital catarinense, o arquiteto chegou a propor ideias de valorização da identidade local e adequação do sistema de transporte coletivo. Ainda na Grande Florianópolis, defendeu um empreendimento em Biguaçu que integrasse moradia, trabalho e bem-estar. Com prefeitos do Vale, certa vez tratou de planejamento urbano direcionado a municípios atingidos por enchentes.

Jaime Lerner
Em 2013, arquiteto apresentou projeto de integração urbana em Biguaçu
(Foto: )

O portfólio vai mais longe. Inclui, entre outros, projetos elaborados há mais tempo, como um empreendimento em Itapoá com base no turismo e na atividade portuária, e o Centro Cultural Pedra Pranca, em Palhoça, que abrange um teatro.

Nas redes sociais, políticos e autoridades de todo o Brasil lembraram da obra revolucionária de Lerner. A prefeitura de Curitiba escreveu que a cidade, palco de algumas das principais intervenções do arquiteto, “carrega Jaime Lerner na história e no coração”.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas