Sonho antigo de Blumenau, a urbanização da margem esquerda do rio Itajaí-Açu está mais próxima de se tornar realidade. A prefeitura lançou nesta sexta-feira (10) a licitação que vai definir a empresa responsável pela obra. As propostas serão conhecidas no dia 11 de abril. Pelo serviço, o município estima pagar até R$ 29,9 milhões. Por se tratar de uma concorrência, vence quem se dispor a executar o serviço pelo menor valor.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

A urbanização compreenderá um trecho entre a Ponte de Ferro e a Prainha, cujas obras foram retomadas na última terça-feira (7). Ali será criado um circuito linear com pistas de caminhada, ciclovias, mobiliário urbano, iluminação pública e mirantes para a contemplação do rio. O projeto tem tudo para dar uma nova cara à paisagem urbana às margens do Itajaí-Açu.

A prefeitura estima que a obra seja executada em 10 meses a partir da assinatura da ordem de serviço, que só é liberada quando a empresa vencedora da licitação já estiver com o contrato assinado. Os recursos para o pagamento virão de um convênio firmado com o governo do Estado. O município também vai entrar com uma contrapartida financeira.

Durante a inauguração da nova Praça Dr. Blumenau, em fevereiro do ano passado, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) disse, como relatou a coluna na época, que a obra de urbanização da Margem Esquerda começaria em 2023. Se nada de anormal ocorrer durante o processo licitatório, terá cumprido a promessa.

Continua depois da publicidade

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Ambev contesta licitação da cervejaria da Oktoberfest Blumenau, mas ouve “não”

Revelado o mistério do ovo de Páscoa gigante em Blumenau

Tradicional Floricultura do Mário em Blumenau fecha as portas

Ex-procurador geral de Blumenau vai ocupar cargo no gabinete de Hildebrandt

Destaques do NSC Total