O primeiro repasse do governo do Estado para a prefeitura de Joinville para o custeio do Hospital São José deve ser realizado até o dia 15 de junho, após assinatura do convênio. Até lá, o município deve apresentar um plano de trabalho e o Estado definir a fonte no orçamento. Os detalhes foram fechados em reunião na manhã desta quinta-feira, em Florianópolis. O encontro teve a participação do prefeito Adriano Silva e da secretária estadual de Saúde, Carmen Zanotto, além de secretários municipais e técnicos da Secretaria de Estado da Fazenda.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O repasse de R$ 4 milhões mensais foi anunciado pelo governador Jorginho Mello no dia 9 de março. A expectativa era de liberação dos recursos até abril. No entanto, começaram a surgir demandas de documentos e o processo começou a se arrastar, ainda que Estado e prefeitura garantissem que o repasse estaria assegurado.

O pedido de Joinville, já apresentado em outros governos, é motivado pelo considerado custo elevado do Hospital São José. Além de ser um atendimento de alta complexidade, atribuição do Estado e União, o hospital recebe pacientes de outras cidades – os procedimentos são pagos pelo governo federal, mas a queixa é de desatualização da tabela SUS.

No debate sobre Plano Viário, Câmara de Joinville quer sugestões sobre mobilidade

Continua depois da publicidade

Placas em rua de Joinville têm “diferença” sobre uso compartilhado de calçadas

Futura concessão do Centreventos de Joinville atrai interessado

Balanço aponta peso maior da despesa com pessoal da prefeitura de Joinville

Cobertura dos planos de saúde em Joinville tem recuo de 4,3% no ano

Lei sobre colmeias motiva ação de Adriano Silva contra Câmara de Joinville

Destaques do NSC Total