nsc
nsc

Pandemia

Após seis meses, Joinville tem recuo na matriz: risco agora é “grave”

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
15/05/2021 - 11h08
Ocupação de UTIs por Covid é o indicador com pontuação mais alta de Joinville na matriz
Ocupação de UTIs por Covid é o indicador com pontuação mais alta de Joinville na matriz (Foto: Divulgação)

Depois de quase um semestre Joinville e região recuaram na matriz do governo do Estado e agora o risco é “grave”, a escala abaixo do “gravíssimo”. A classificação tem ainda os níveis de risco “alto” e “moderado”. A atualização foi divulgada na manhã deste sábado, pelo governo do Estado. A regional de saúde Nordeste, formada por Joinville e outros 12 municípios, estava no “gravíssimo” desde o dia 25 de novembro. Eventuais mudanças nas medidas de restrição em Joinville vão depender principalmente de decretos estaduais.

> MP marca reunião em Joinville para tratar do Código Florestal

> Retomada das obras do rio Mathias, em Joinville, não tem prazo e pode nem sair

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp 

A redução na transmissibilidade, seja em casos novos ou casos ativos, apresentou nova redução em relação à semana passada, contribuindo para a nova posição da regional Nordeste na matriz. Nesse indicador, Joinville e municípios vizinhos tem a nota mais baixa na tabela, 2, em escala de 1 a 4. A redução no número de mortes também influenciou no recuo dos indicadores.

O pior desempenho de Joinville e região na classificação de risco continua na ocupação de leitos de UTI por causa da Covid. O indicador está com 4, a pontuação máxima. Pela atualização de sexta-feira, Joinville tem 170 pessoas internadas com Covid em leitos de terapia intensiva. Na sexta-feira anterior, eram 176 pacientes.

> Joinville tem quase 10 mil famílias aptas a programa de alimentos; distribuição ainda sem data

> MP arquiva representação contra prefeito de Joinville sobre certificado da Previdência

> Reparo em via lateral da BR-101 em Joinville vira impasse

> Novos cemitérios são proibidos em área de proteção ambiental de Joinville

> Dengue mantém avanço em Joinville e já são mais de 4 mil casos em 2021

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas