nsc
    nsc

    Fiscalização eletrônica

    Após suspensões, Joinville cancela licitação dos radares

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    04/05/2021 - 07h53
    Contrato anterior dos radares foi concluído no início de março
    Contrato anterior dos radares foi concluído no início de março (Foto: Arquivo AN)

    Após suspensão da licitação, determinada pela Justiça e pelo Tribunal de Contas do Estado no mês passado, o Departamento de Trânsito de Joinville (Detrans) decidiu revogar o pregão eletrônico para contratação de empresa de fiscalização eletrônica para o trânsito. Neste momento, está sendo feita a revisão técnica do edital para o serviço de radares, com futura abertura de nova concorrência.

    > Em Joinville, governadora Daniela Reinehr anuncia repasse para ponte

    > Joinville analisa impacto em obras públicas do reajuste de 25% no asfalto

    > Via Gastronômica de Joinville é desinterditada após passar por repavimentação

    > Receba notícias de Joinville e do Norte de SC por WhatsApp

    A suspensão pelo Judiciário ocorreu após empresa do setor conseguir liminar em primeira instância. No caso do TCE, a concorrência foi alvo de duas representações. Nas duas situações, houve questionamentos sobre ausência de detalhamento dos custos unitários nas planilhas de pagamento. O Detrans também tinha possibilidades de apresentar recursos ao TCE e à Justiça (nesse caso, foi feito). No entanto, a decisão acabou sendo pela revogação.

    O edital tinha valor máximo de R$ 37,3 milhões, em contrato de 48 meses. O contrato anterior foi encerrado no início de março passado, com desligamento dos radares. Não havia mais possibilidade de prorrogação contratual.

    > Em 2021, duplicação da BR-280 terá apenas 20% do investimento ideal

    > Com mais de cinco anos, continua cobrança pela recuperação da iluminação na Serra Dona Francisca

    Mais colunistas

      Mais colunistas