Uma disputa milionária em Joinville está completando 18 anos neste mês de fevereiro. Com ação apresentada no início de 2006, a Casan busca ressarcimento pelos investimentos realizados na cidade entre 1973 e 2005, período no qual a companhia estadual foi responsável pela concessão do saneamento básico. A ação é contra a prefeitura de Joinville. Nesse período, houve decisões, como negativa de pagamento prévio e realização de perícia. O valor inicial reivindicado pela Casan foi de R$ 135 milhões, equivalente a R$ 360 milhões, se atualizados pela inflação.

Continua depois da publicidade

Clique para receber notícias de Joinville e região no WhatsApp

O primeiro pedido da companhia estadual não foi atendido, ainda em 2008: a empresa queria que a concessão só fosse transferida para a companhia municipal, a Águas de Joinville, se houvesse a indenização prévia à Casan. A Justiça não aceitou decidir o pedido por meio de liminar e, em 2008, determinou perícia.  Houve discussão sobre o que seria apurado na perícia e, em 2010, o trabalho foi apresentado.

Naquele momento, a ação já havia sido reunida (apensada) com outro processo judicial, de autoria da prefeitura de Joinville contra a Casan, iniciado em 2005 para o município retomar a concessão. O município recorreu ao Judiciário para voltar a administrar o sistema, por meio da Águas de Joinville, criada em 2005. A perícia continuou em discussão, inclusive com pedido de nova apuração, não aceito pelo Judiciário. No ano passado, foram realizadas audiências de instrução. A ação continua em tramitação. A disputa judicial deve se manter em tribunais superiores após a decisão em primeira instância.

A principal alegação de defesa da prefeitura foi de que a concessão era superavitária para a Casan, com investimentos abaixo das demandas da cidade. Um exemplo citado foi a reduzida cobertura de rede de coleta e tratamento de esgoto, em torno de 10% no início dos anos 2000.

Continua depois da publicidade

Rotatória em forma de gota começa a ser instalada neste mês em Joinville

Futuro pórtico de cidade de SC terá energia solar

Duplicação em Joinville tem “diferença” na largura entre as duas etapas

Região de Joinville vai ganhar mais semáforos e trechos com mão única

FOTOS: Como ficou a nova escola de Joinville, em investimento de R$ 150 milhões

Quais os prazos para a duplicação em obras em Joinville

Rodovia em duplicação em SC terá nova ponte

Destaques do NSC Total