Impulsionado pelo apoio a Bolsonaro na cidade, Jorginho Mello (PL) superou o recorde de Luiz Henrique e agora tem a maior votação em segundo turno em Joinville em eleições para o governo do Estado. O candidato do PL fez 77,3% dos votos no município neste domingo, superando os 76,8% conquistados por LHS no segundo turno de 2002. O índice em Joinville de Jorginho inclusive superou seu percentual em Santa Catarina neste segundo turno, de 70,7%.

Continua depois da publicidade

> Abstenção tem queda inédita em segundo turno em Joinville

​​> ​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A força do apoio a Bolsonaro ajudou Jorginho a bater a votação de Luiz Henrique em 2006. No primeiro turno de 2022, o candidato do PL fez 46% dos votos na cidade. Já Luiz Henrique, ex-prefeito de Joinville, largou com 59% já no primeiro turno em 2002. Ou seja, LHS já tinha uma base de apoio expressiva maior na primeira votação.

No segundo turno de 2002, a votação até então recordista em Joinville seria fundamental para a vitória do candidato do MDB no segundo turno, sobre Esperidião Amin. Agora, Jorginho superou o índice de LHS. O governador eleito pelo PL também contou com vice com base eleitoral em Joinville, a ex-delegada Marilisa Boehm.

Continua depois da publicidade

Na eleição passada, no embalo de Bolsonaro, Carlos Moisés foi o mais votado em Joinville no segundo turno de quatro anos atrás, com 75,9%. No entanto, com o distanciamento em relação ao presidente, o governador ficou em quarto lugar em Joinville no primeiro turno de 2022, com 10,6% dos votos.

> Qual a avaliação de Adriano Silva após o segundo turno das eleições

> Jorginho Mello (PL) tem aumento de 100 mil votos e volta a vencer em Joinville

> Lula (PT) vence Bolsonaro e é eleito presidente do Brasil

​> ​Pais emocionam ao votar com bebê de 7 dias em Joinville: “Pelo futuro dele”

> ​Cidade de SC é a primeira do país a ter 100% dos votos apurados; veja resultado

Destaques do NSC Total