A próxima duplicação a ser realizada em Joinville deverá custar R$ 86,5 milhões. O valor foi o mais baixo, entre as três propostas apresentadas, para a duplicação da SC-418 em Joinville, em trecho de 12 km da rodovia entre a BR-101 e “pé” da Serra Francisca. O segmento fica em Pirabeiraba. As próximas fases serão a homologação da concorrência, assinatura do contrato e autorização dos trabalhos – a decisão sobre o início das obras caberá ao governo Jorginho Mello.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A concorrência para a duplicação faz parte de projeto de restauração da SC-418, entre Joinville e Campo Alegre. A reforma da estrada estadual foi dividida em lotes. Uma das licitações será para a recuperação dos trechos com pavimento rígido (concreto) – não houve empresas interessadas nos editais lançados até agora para esse trabalho.

Além dos lotes dos 12 km da duplicação e do pavimento rígido, foi preparada a concorrência para o segmento entre os km 12 e 44. Há previsão de alargamentos, áreas de escape, recapeamento, entre outras intervenções. Mas é preciso atender a uma série de questões ambientais e o edital para contratar a empreiteira ainda não foi lançado. Será mais uma pendência envolvendo a SC-418 a ser resolvida pela futura administração municipal.

União autoriza construção de ponte em Joinville, com prazo

Continua depois da publicidade

Subsídio da prefeitura de Joinville aos ônibus chega a R$ 25 milhões no ano

Vistoria em rede de drenagem de Joinville vai usar robôs

Na década, Joinville fica em terceiro em avanço do PIB entre as maiores economias

Sinal do 5G em Joinville tem liberação antecipada, mas “obrigação” ainda é 2025

Prefeitura de Joinville cede imóvel para instalação de coordenadoria da Funai

Destaques do NSC Total