nsc
    nsc

    Medidas de restrição

    Mesmo com eventual recuo em matriz de risco, novas flexibilizações em Joinville não serão imediatas

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    08/09/2020 - 12h30
    Acesso ao mirante do Boa Vista só será liberado se houver melhoria de Joinville e região na avaliação de risco
    Acesso ao mirante do Boa Vista só será liberado se houver melhoria de Joinville e região na avaliação de risco (Foto: Mauro Schlieck, arquivo pessoal)

    Ainda que as futuras flexibilizações estejam condicionadas à avaliação de risco do governo do Estado, Joinville não vai alterar nenhuma medida (além das já anunciadas) nesta semana, mesmo que a classificação aponte recuo na atualização desta quarta-feira. Hoje, Joinville e região estão em situação “gravíssima”, com possibilidade de recuo para “grave”. “Mas precisamos esperar pelo comportamento dos indicadores também na próxima semana para confirmar a tendência, temos que evitar o abre e fecha”, diz o secretário de Saúde, Jean Rodrigues da Silva.

    > Estado confirma seis mortes e 563 novos casos de coronavírus em Joinville

    > O que precisa para o mirante do Boa Vista ser reaberto em Joinville

    A partir desta quarta-feira, acaba o isolamento domiciliar obrigatório dos idosos. Também está liberado o acesso de mais de um familiar ao mesmo tempo aos estabelecimentos comerciais. Se houver recuo na matriz de risco do governo do Estado, ainda que a flexibilização não seja imediata, os horários de bares e restaurantes poderão ser ampliados. Em caso de um patamar de menor gravidade ainda, como risco “alto” ou “moderado”, poderá ser ampliado o índice de lotação dos estabelecimentos comerciais.

    As medidas de flexibilização tomadas nesta semana terão acompanhamento, principalmente para avaliação do contágio. O secretário Jean cita melhoria nos indicadores, com redução na transmissão do coronavírus, mas faz ressalva, alegando que “não estamos livres” e as medidas de prevenção, assim como ampliação da testagem, precisam continuar.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas