Em entrevista ao jornal Gazeta do Povo, o prefeito de Joinville, Adriano Silva se manifestou sobre o governo Bolsonaro e também se disse favorável ao voto impresso. Ao ser indagado sobre a posição em relação à abertura do pedido de impeachment do presidente, apoiada pela direção nacional do Novo, Adriano qualificou de “posição muito delicada”. “Diferente do que muitos mandatários (do Novo) têm na sua percepção sobre o governo federal, eu vejo muitos pontos positivos do que nós estamos tendo no Brasil em termos de governo federal. E sempre quando se fala em impeachment, me coloco no sentido de que não estou no cargo para julgar”, afirmou o prefeito, alegando ainda que tem uma “visão otimista” do governo federal. “E pretendo ter uma relação muito próxima com o governo. Afinal, estamos todos ligados”.

Continua depois da publicidade

> Único prefeito do Novo, Adriano se manifesta após posição do partido em relação a impeachment

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Ainda sobre o tema, Adriano manteve o entendimento manifestado em nota divulgada no início do mês. “Não temos acesso às informações e, então, acho extremamente precipitado qualquer pessoa que esteja fora do processo de julgamento ser contra ou a favor do impeachment de qualquer representante do poder público”, alegou o prefeito ao jornal do Paraná.

Na entrevista à Gazeta do Povo, Adriano abordou a posição sobre o voto impresso. “Eu sou totalmente favorável a ter o voto impresso. Quem não deve, não teme. Se o sistema funciona, por que não ter o voto impresso para comprovarmos e ter uma metodologia de auditoria?”.

Continua depois da publicidade

Em relação à visita do presidente Bolsonaro a Joinville, marcada para o início de agosto, Adriano respondeu que vê com “muitos bons olhos” e espera mostrar as necessidades em infraestrutura. A entrevista abordou o início de mandato do único prefeito do Novo no País, o enfrentamento da pandemia, a posição sobre reformas, entre outros temas.

> Prefeitura de Joinville quer adiamento no IPTU progressivo

> Joinville terá de fazer pesquisa sobre moradores de rua, com contagem

> Joinville prepara mudanças no estacionamento rotativo

> Joinville tem 21,3 mil pessoas em extrema pobreza; 57% são mulheres

Destaques do NSC Total