nsc
    nsc

    Diagnóstico

    Teste em todos os idosos é o plano de Joinville para expansão da testagem para coronavírus

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    25/07/2020 - 10h55
    Nova fase de testagem em Joinville depende da chegada de novo lote de testes rápidos
    Nova fase de testagem em Joinville depende da chegada de novo lote de testes rápidos (Foto: Divulgação)

    A nova fase da expansão da testagem para coronavírus em Joinville está perto de ser iniciada. O diagnóstico de todos os idosos da cidade deve começar assim que for concluída a compra de 60 mil testes rápidos, em fase final e com previsão de ser homologada nos próximos dias. Em uma comparação, Joinville aplicou 35 mil testes desde o início da pandemia, em pessoas de todas as faixas etárias e incluindo redes pública e privada.

    > Joinville aponta liderança no Estado em testes para coronavírus; semana teve queda na testagem

    > Joinville registra 106 mortes de moradores que contraíram o novo coronavírus

    Assim que os novos testes chegaram, no entanto, a utilização inicial não será necessariamente em idosos: com a redução dos estoques nos últimos dias, o plano inicial é a retomada da testagem aleatória, das barreiras sanitárias (quando voltar o transporte coletivo), entre outras estratégias. Mas a testagem dos idosos está mantida.

    A Secretaria de Saúde de Joinville pretende testar todas as pessoas com mais de 60 anos de idade, população estimada em 55 mil pessoas. Hoje, os idosos com sintomas gripais são testados para coronavírus, assim como os escolhidos aleatoriamente em barreiras sanitárias ou pela testagem para elaboração epidemiológica.

    Até agora, 83 das 106 mortes provocadas pelo coronavírus em Joinville ocorreu em pacientes com 60 ou mais anos de idade. Ou seja, em 78% dos casos. A faixa etária representa perto de 10% da população de Joinville.

    O modelo de realização dos testes será semelhante à utilizada na vacinação contra a gripe: o agendamento é feito pela internet, uma forma de organizar a testagem para evitar aglomerações. Quem não puder sair de casa, será procurado pelas equipes de saúde.

    O diagnóstico da população dessa faixa etária faz parte da estratégia de maior prevenção para o grupo de risco. No final de junho, foi determinado o isolamento domiciliar das pessoas com mais de 60 anos, com permissão de deslocamento somente para atividades essenciais. O acesso dos idosos aos ônibus também foi proibido desde a retomada – neste momento, o serviço voltou a ser suspenso por causa de novo decreto estadual.

    > Mil trabalhadores da saúde já foram afastados com coronavírus, diz sindicato de Joinville e região

    > Isolamento de idosos e limitação dos horários de bares e restaurantes serão mantidos em Joinville

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas