nsc
nsc

Chá medicinal

10 dicas para consumir chás, ervas e plantas com segurança

O farmacêutico homeopata Jamar Tejada explica como ingerir ervas medicinais sem colocar em risco a saúde

13/12/2021 - 06h41

Compartilhe

Portal
Por Portal EdiCase
Erva medicinal
Erva medicinal
(Foto: )

Os chás de ervas e plantas são bastante utilizados para auxiliar no tratamento de problemas de saúde, devido às propriedades medicinais. Contudo, mesmo sendo naturais, podem oferecer certos riscos para a saúde. Por isso, confira 10 dicas do farmacêutico homeopata Jamar Tejada para o consumo seguro de chás:

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

  1. Utilize o preparado do chá por até 24 horas. Após isso, descarte.
  2. As ervas secas não devem ser utilizadas por um período maior do que 3 semanas. Caso queira prolongar o tratamento, sempre deve consultar um profissional de saúde.
  3. Prefira para o preparo, utensílios como o vidro, cerâmica e porcelana, que não liberam resíduos tóxicos. Evite panelas de alumínio.
  4. A água utilizada nessas preparações deve ser filtrada ou mineral.
  5. Verifique a dose utilizada para cada patologia, idade e condição fisiológica de cada paciente.
  6. A preparação quente, que contenha ervas aromáticas, deve permanecer tampada até que esfrie por completo.
  7. As ervas podem ser variadas para que organismo não se “acostume”, evitando a redução de sua eficácia.
  8. É indicado evitar a adição de açúcar. Porém, caso não consiga ingerir dessa forma, é melhor usar mel.
  9. Evite deixar o chá em descanso por muito tempo, uma vez que as propriedades medicinais podem ter os efeitos diminuídos.
  10. Não existe uma regra. Porém, quanto meno for o número de plantas utilizadas maior será a segurança sobre o efeito desejado.

Leia também:

O poder da alimentação no controle do colesterol

Segunda sem carne: confira receitas vegetarianas deliciosas

Dieta dos pontos: entenda como funciona

Colunistas