A detoxificação é um processo natural do corpo humano. Por meio de órgãos como o fígado, os rins e os intestinos, ocorre a eliminação de produtos tóxicos do organismo pelo suor, urina e fezes. Contudo, alguns cuidados com a alimentação podem contribuir positivamente para esse processo.

Continua depois da publicidade

Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

“Hoje em dia, é muito comum as pessoas não praticarem hábitos saudáveis de vida, o que pode prejudicar o funcionamento do fígado, abrindo espaço para doenças hepáticas. Dentre esses hábitos, o mais comum é a má alimentação, principal fator de destruição das células hepáticas”, explica o nutrólogo Sandro Ferraz, pós-graduado em Nutrologia e medicina do esporte e especializado em emagrecimento e longevidade.

A seguir, confira algumas dicas para detoxificar rins, fígado e pâncreas:

Continua depois da publicidade

1. Remova alimentos e bebidas que contêm toxinas

Ao remover o álcool, leite de vaca, açúcar, farinha de trigo e amendoim da dieta, você reduz a exposição a substâncias que podem sobrecarregar esses órgãos e prejudicar suas funções naturais de desintoxicação e processamento de nutrientes. Isso permite que os rins, fígado e pâncreas operem de maneira mais eficaz e contribui para a saúde geral do organismo.

2. Beba bastante água

Beber bastante água ajuda a diluir toxinas, facilita a eliminação de resíduos pelos rins, apoia a função desintoxicante do fígado, promove a produção de enzimas digestivas pelo pâncreas e contribui para a saúde geral desses órgãos vitais.

3. Consuma alimentos livres de agrotóxicos

Consumir alimentos sem agrotóxicos evita a ingestão de substâncias químicas prejudiciais que podem sobrecarregar rins, fígado e pâncreas, permitindo que esses órgãos se concentrem na eliminação de toxinas internas.

Continua depois da publicidade

4. Cuide da higiene dos alimentos

Cuidar da higiene dos alimentos é crucial para a detoxificação de rins, fígado e pâncreas, pois evita a ingestão de contaminantes que podem prejudicar a função dos órgãos.

5. Evite produtos enlatados e alimentos industrializados

Produtos enlatados e alimentos industrializados frequentemente contêm aditivos químicos, conservantes e excesso de sódio, que consequentemente fazem mal a saúde. Evitar esses alimentos auxilia na redução da carga tóxica, promovendo a eficácia dos processos de detoxificação e mantendo a saúde desses órgãos vitais.

6. Fuja de temperos prontos

Temperos prontos como o glutamato monossódico frequentemente contêm substâncias artificiais e sódio em excesso. Evitar esses aditivos ajuda a proteger rins, fígado e pâncreas, pois reduz o estresse metabólico, promovendo uma detoxificação eficaz e preservando o equilíbrio funcional desses órgãos vitais.

Continua depois da publicidade

7. Prefira alimentos integrais

Alimentos integrais são ricos em nutrientes, fibras e antioxidantes, essenciais para a saúde. Ingeri-los promove uma detoxificação eficiente, fortalecendo esses órgãos e ajudando na eliminação de toxinas e funcionamento adequado.

6 dicas para prevenir e controlar a pressão alta 

A soja contêm nutrientes benéficos que podem auxiliar na saúde pancreática e metabólica (Imagem: Anda Audy | Shutterstock)

8. Consuma queijos e produtos derivados da soja

Optar pelo consumo de queijos e produtos derivados da soja pode fornecer proteínas de alta qualidade, reduzindo a carga de proteína animal nos rins e fígado. Além disso, esses alimentos contêm nutrientes benéficos que podem auxiliar na saúde pancreática e metabólica, facilitando a detoxificação e promovendo o bem-estar desses órgãos.

9. Evite excesso de sal

Reduzir a ingestão de sal é crucial para a saúde renal e cardiovascular. O excesso de sal pode levar à retenção de líquidos e aumentar a pressão arterial, sobrecarregando os rins e o coração.

Continua depois da publicidade

10. Inclua antioxidantes na dieta

Alimentos ricos em antioxidantes, como frutas e vegetais coloridos, ajudam a combater os radicais livres e protegem o fígado, pâncreas e rins contra danos oxidativos. Eles também promovem a saúde geral do corpo e auxiliam na desintoxicação natural.

Consulte um especialista

Apesar dos benefícios proporcionados pelos alimentos detox, é importante ressaltar que eles devem ser consumidos como parte de uma dieta balanceada, combinadas com um estilo de vida saudável e indicados por um especialista. “A detoxificação é um programa que deve ser levado com muita seriedade e orientado por um especialista. Além disso, é necessária toda uma programação alimentar”, esclarece a nutricionista funcional Helouse Odebrecht.

10 benefícios da corrida para a saúde e o emagrecimento

Chá de gengibre (Imagem: Jr images | Shutterstock)

3 receitas de chás para detoxificar o organismo

Chá de gengibre

Ingredientes

Continua depois da publicidade

  • 1 pedaço de raiz de gengibre
  • 1 litro de água

Modo de preparo

Em uma panela, leve a água ao forno até começar a ferver. Corte o gengibre em cubinhos e acrescente à panela. Deixe por aproximadamente 10 minutos em fogo baixo. Coe e sirva.

Chá verde

Ingredientes

  • 250 ml de água
  • 1 colher de sopa de folhas de chá-verde

Modo de preparo

Em uma panela, deixe a água ferver por 8 minutos, adicione o chá-verde, coe e tome.

Infusão de alcaçuz

Ingredientes

  • 25 g de alcaçuz
  • 1 litro de água

Modo de preparo

Em uma panela, coloque o alcaçuz e a água. Leve para ferver até que um quarto da água seja reduzida. Retire do fogo e sirva a infusão.

Leia também

5 receitas deliciosas para fazer na panela de pressão

Alimentos benéficos para a saúde do fígado

Esteatose hepática: 6 dicas para prevenir a gordura no fígado

Destaques do NSC Total