nsc
hora_de_sc

Polêmica

Adnet se posiciona sobre denúncias contra Marcius Melhem: 'Todo meu apoio às vítimas'

Ex-diretor foi acusado de assédio sexual no fim do ano passado pela atriz Dani Calabresa

25/10/2020 - 10h05

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Em agosto, Melhem rompeu seu contrato com a Globo após 17 anos.
Em agosto, Melhem rompeu seu contrato com a Globo após 17 anos.
(Foto: )

Marcius Melhem, ex-diretor da Globo responsável pelo departamento de humor da emissora, foi acusado de assédio sexual no fim do ano passado pela atriz Dani Calabresa. Anteriormente, outras mulheres já haviam procurado a direção para fazer denúncias, sem conhecimento público.

> Luan Santana fala da relação com fãs e diz que focará carreira internacional em 2021

Em agosto, Melhem rompeu seu contrato com a Globo após 17 anos de casa sem maiores explicações sobre as acusações que circulavam na mídia. Neste sábado (24), a colunista da Folha de S.Paulo, Mônica Bergamo, publicou uma entrevista com a advogada criminalista Mayra Cotta, representante das vítimas e testemunhas no processo de compliance, que provocou uma reviravolta no caso.

Insatisfeitas, as atrizes que formalizaram as acusações no departamento de compliance da TV Globo concordaram que a advogada desse a entrevista. Cotta revelou que o diretor trancava, agarrava e tentava beijar mulheres à força.

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Após a publicação da reportagem, Melhem disparou uma profusão de posts no Twitter com a sua versão sobre o caso, e afirmou estar "disposto a reconhecer meus erros, pedir desculpas e, se possível, reparar pessoas que de qualquer forma eu tenha magoado."

Os humoristas Marcelo Adnet e Gregorio Duvivier prestaram apoio às vítimas. Adnet, que vinha sendo cobrado na internet para se posicionar desde que o caso emergira, e que chegou a dizer, no programa Roda Viva (TV Cultura), que desconhecia as acusações, publicou em seu Twitter: "Sobre a matéria de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo: todo meu apoio e solidariedade às vítimas!".

> 10 melhores filmes de terror para ver na Netflix

Duvivier compartilhou o link da reportagem com a legenda: "Parabéns a Mônica pela matéria, e toda solidariedade às vítimas."

O ator José de Abreu também se posicionou: "Marcius Melhem! Tava estranha mesmo sua demissão sem sentido... que coisa horrível."

Leia também:

MC Kallebe, criador do bordão 'bigodin finin, cabelin na régua', é encontrado morto no Rio de Janeiro

Fotos de Anitta e Nego do Borel recebem críticas nas redes sociais

"Parecia uma boneca, imóvel", diz delegada sobre estupro no Centro de Joinville

Bebê de um mês de vida morre após ser espancado em SC

Colunistas