nsc
    dc

    ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

    Assalto a banco em Criciúma tem 16 denunciados após quatro meses do crime

    Suspeitos tiveram prisão preventiva decretada, mas três seguem foragidos; polícia investiga outros envolvidos

    01/04/2021 - 08h51

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Assalto em Criciúma teve reféns colocados em faixa de pedestres próximo ao banco
    Assalto em Criciúma teve reféns colocados em faixa de pedestres próximo ao banco
    (Foto: )

    Dezesseis pessoas forma indiciadas até o momento por suposta participação no assalto a banco em Criciúma que sitiou a cidade e chocou o país. O roubo aconteceu na noite de 30 de novembro de 2020 e completou quatro meses esta semana.

    > Santa Catarina deixa de ter a menor taxa de letalidade de covid-19 no Brasil

    O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) informou em nota que já ajuizou ação contra esses 16 investigados. Todos já foram denunciados e tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça, mas três estão foragidas. Eles vão responder por organização criminosa. A ação foi proposta em 11 de fevereiro.

    O órgão não informa quantas pessoas no total teriam participado do assalto ao banco, mas menciona que seriam “dezenas de pessoas”. Nos dias após o crime, a polícia informava que ao menos 30 pessoas teriam participado do crime. Em dezembro, após as primeiras investigações, a estimativa passou para 50 criminosos, incluindo os que atuaram na logística e preparação do roubo.

    > Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

    A investigação aponta que pelo menos seis dos 16 denunciados têm ligação com uma facção criminosa de São Paulo e ocupariam funções importantes nessa organização. O inquérito policial da Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) possui mais de 1 mil páginas.

    As investigações da Polícia Civil de Santa Catarina e do MPSC ainda continuam em andamento para identificar todos os responsáveis pelo crime.

    Leia também

    > Garopaba só vai receber turistas que comprovarem ter feito reservas para o feriado de Páscoa

    > Por que os preços do arroz e feijão continuam caros, apesar da nova safra

    > SC recebe mais de 300 mil doses da vacina contra Covid-19 nesta quinta

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas