nsc
hora_de_sc

ALTAMENTE PERIGOSO

Autor de quatro homicídios, integrante de facção criminosa gaúcha é preso em Florianópolis

Entre as quatro vidas tiradas pelo criminoso está a de uma policial militar do Rio Grande do Sul

16/09/2021 - 16h18 - Atualizada em: 16/09/2021 - 20h59

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Criminoso foi encontrado nos Ingleses, no Norte da Ilha de SC
Criminoso foi encontrado nos Ingleses, no Norte da Ilha de SC
(Foto: )

Considerado de alta periculosidade pela série de crimes cometidos, um integrante de uma facção criminosa gaúcha foi preso em Florianópolis na manhã desta quinta-feira (16). A ação é da Polícia Civil de SC.

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Acusado de pelo menos quatro homicídios, entre eles, o de uma policial militar do Rio Grande do Sul, o foragido de 43 anos estava escondido na praia dos Ingleses, no Norte da Ilha de SC. Segundo a Polícia Civil, ele estava no bairro há pelo menos três meses.

Com condenação definitiva para cumprir, o foragido da região metropolitana do Rio Grande do Sul era procurado pela polícia desde fevereiro de 2017. Informações extraoficiais dão conta de que o preso é conhecido como "Pility" entre os comparsas, mas a polícia não confirmou a identidade do preso.

À frente da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil de SC, o delegado Jonh Vieira relatou que, além dos quatro homicídios, o homem de 43 anos tem passagens policiais por porte ilegal de arma de fogo, roubo e envolvimento com o tráfico de drogas, além de formação de quadrilha.

"Não há chance de interdição do Mercado Público de Florianópolis", garante secretário

Ele foi localizado após trabalho da inteligência da Polícia Civil e recolhido ao presídio da Capital. Até o momento, ainda segundo Vieira, não há informações de que outros integrantes da mesma facção estejam escondidos na cidade.

Leia também

Pistoleiro foge do Mato Grosso do Sul e é morto em Florianópolis em confronto com a polícia

Casal é flagrado fazendo sexo na Praia Brava em Itajaí à luz do dia

"Eu tenho uma duna dentro de casa", diz moradora após avanço da areia nos Ingleses, em Florianópolis

Colunistas