nsc
hora_de_sc

Impasse

"Não há chance de interdição do Mercado Público de Florianópolis", garante secretário

Medida foi recomendada pelo MPSC, após vistoria encontrar problemas estruturais

16/09/2021 - 10h08 - Atualizada em: 17/09/2021 - 13h15

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
MPSC deu 48 horas para que prefeitura interditasse o Mercado
MPSC deu 48 horas para que prefeitura interditasse o Mercado
(Foto: )

O Mercado Público de Florianópolis não será interditado, garantiu o secretário de Turismo de Florianópolis, Juliano Richter Pires. A medida foi recomendada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) após uma vistoria atestar falta de segurança aos clientes e lojistas. O promotor responsável pelo caso chegou a dizer que frequentar o espaço é "arriscadíssimo".

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

A recomendação do MPSC foi emitida na terça-feira (14). A medida deveria ser adotada em até 48 horas após a notificação. A prefeitura recebeu o despacho na tarde de quarta, quando o prazo passou a valer. Por se tratar de uma recomendação, não há obrigatoriedade para o cumprimento da ação.

Segundo o secretário de Turismo, reparos no local já começaram a ser feitos. A manutenção do sistema de incêndio foi iniciada ainda na quarta-feira e deve ser finalizada na sexta (17). Um laudo do Corpo de Bombeiros atestando que não há risco de incêndio também deve ser emitido nos próximos dias, segundo Pires.

— Não há chance de interdição do Mercado. Já começamos o serviço de manutenção de sistema de incêndio e também não há risco de incêndio. Outros ajustes, pedidos pelo MP, devem ser finalizados em até 30 dias — disse Pires.

A vistoria detectou problemas hidráulicos e elétricos, central de alarmes contra incêndios sem funcionar e a falta de manutenção do telhado retrátil e de outras estruturas.

O prefeito Gean Loureiro anunciou que haverá uma reunião entre ele e o promotor Daniel Paladino na segunda-feira (20). Ele deve apresentar as ações já realizadas no local.

— Vamos apresentar todas as ações já apresentadas. Nós queremos ter uma garantia de todos aqueles que trabalham e que utilizam o Mercado Público e estamos fazendo esforços para sempre ter as ações regularizadas na prefeitura — contou.

O Mercado Público não chegou a ser interditado em nenhum momento e segue com as lojas e restaurantes funcionando normalmente.

Leia também 

Vídeo flagra caminhão cair de viaduto e explodir na BR-101 em Palhoça

Três das quatro vítimas do acidente em Ponte Serrada eram da mesma família; veja quem são

Operação Hefesto apura venda de carne de cavalo para consumo humano

Colunistas