nsc
hora_de_sc

Migração

Baleia-jubarte morre em praia de Florianópolis, e carcaça precisa ser retirada com patrola; veja vídeo

Ela é a terceira baleia encontrada morta em menos de uma semana nas praias da Capital catarinense

16/06/2021 - 15h52 - Atualizada em: 17/06/2021 - 07h39

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Animal estava em avançado estado decomposição quando encalhou na praia
Animal estava em avançado estado decomposição quando encalhou na praia
(Foto: )

O desencalhe de mais uma baleia jubarte juvenil foi realizado na manhã desta quarta-feira (15) em Florianópolis. O animal tinha sido encontrado morto na noite de terça-feira (14) na Praia dos Açores, no Sul da Ilha de SC, já em avançado estado de decomposição. Essa é a quinta baleia jubarte morta nas praias da Capital este ano e a terceira encontrada sem vida em menos de uma semana.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

De acordo com o R3 Animal, o mamífero foi retirado com ajuda de uma patrola de dentro do mar e enterrada na praia, logo em seguida.

A causa da morte e o sexo do animal não foram identificados, segundo o médico veterinário que esteve no local, Sandro Sandri, devido ao estado de decomposição da baleia. No entanto, ainda segundo o R3, suspeita-se que a baleia seja o animal que estava preso em redes de pesca há dias próximo à Praia da Solidão. 

Além da equipe da R3 Animal/Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), a operação contou com o apoio da Polícia Militar Ambiental e da Intendência do Pântano do Sul da Prefeitura de Florianópolis, que cedeu a máquina retroescavadeira. 

Migração anual de baleias

As baleias jubarte migram todos os anos para o litoral brasileiro, onde se reproduzem e, embora o número de ocorrência desses mamíferos seja considerado alto em SC este ano, a principal área de concentração delas é o Banco dos Abrolhos, uma extensão da plataforma continental localizada no Sul da Bahia e no Norte do Espírito Santo. 

> Conheça os 16 animais mais estranhos e raros vistos em SC

As jubartes podem atingir cerca de 16 metros de comprimento e pesar entre 35 a 40 toneladas. Elas se alimentam basicamente de pequenos crustáceos chamados de Krills, filtrando água através das barbatanas (placas de queratina que descem do céu da boca).

Fora da lista de espécies ameaçadas de extinção e com aumento populacional, estão aparecendo com mais frequência em outros locais da costa brasileira, segundo o R3 Animal. 

O que fazer se eu encontrar uma baleia?

Ao avistar uma baleia nadando em nosso litoral é importante que as embarcações sigam a legislação e mantenham uma distância mínima de 100 metros do animal, evitando interromper o deslocamento das baleias.

Caso encontre um mamífero, ave ou tartaruga marinha debilitado ou morto na praia, ligue 0800 642 3341. 

Leia também

Porco que caiu de caminhão e passou por recuperação em Florianópolis ganha novo lar

Conheça os gêmeos joinvilenses que viralizaram no TikTok com vídeo na praia

10 animais curiosos e estranhos do fundo do mar

Colunistas