nsc
    santa

    Pandemia

    Blumenau registra 17º dia seguido com morte por Covid-19 em mês de altos e baixos dos números

    Esse é, de longe, o maior período consecutivo com vítimas fatais do novo coronavírus no município

    26/08/2020 - 07h32 - Atualizada em: 26/08/2020 - 07h34

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Agosto é o mês com mais mortes, mas ao mesmo tempo é o período considerado de recuperação da pandemia em Blumenau. Entenda
    Agosto é o mês com mais mortes, mas ao mesmo tempo é o período considerado de recuperação da pandemia em Blumenau. Entenda
    (Foto: )

    O registro de três novas mortes nesta terça-feira (25) fez com que Blumenau chegasse ao 17º dia consecutivo com óbitos relacionados ao novo coronavírus. É, de longe, o maior período desde o início da pandemia. De 9 de agosto até agora, 46 moradores da cidade já perderam a batalha para a Covid-19, uma média de 2,7 por dia. Além disso, o município tem a maior taxa de letalidade desde que passou a lidar com a pandemia: 1,01%.

    > Receba notícias de Blumenau e do Vale do Itajaí por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Esses indicadores negativos ocorrem, justamente, em um mês de altos e baixos dos números do coronavírus em Blumenau. Se analisarmos apenas os óbitos, agosto é o mês mais fatal até agora, com 66 das 115 mortes. São, em média, 2,64 blumenauenses por dia que não resistem às complicações da Covid-19. O detalhe é que agosto é marcado por um contraste, já que os novos casos diminuíram consideravelmente e o número de recuperados aumentou.

    Como consequência, o índice de casos ativos é o menor desde 18 de junho. Com os últimos números divulgados pela Secretaria de Saúde, Blumenau chegou à marca de 94% de pessoas consideradas curadas do novo coronavírus e um total de 579 pacientes ativos. Os últimos cinco dias foram cruciais para esses números positivos: nesse período foram 1.888 registros de recuperados e “apenas” — ênfase nas aspas — 335 novos casos.

    > Arquivada investigação sobre a reabertura do shopping, em Blumenau

    No gráfico abaixo esse cenário fica claro. As linhas azul e verde — total de casos e total de recuperados, respectivamente — vinham mantendo uma distância constante, o que indicava que o número de casos ativos (linha rosa) continuaria regular. De 21 de agosto em diante, a parte esverdeada dá um salto e se aproxima cada vez mais da azulada, o que fez despencar os pacientes ativos.

    Coronavírus em Blumenau

    No total, Blumenau soma 11.399 casos confirmados do novo coronavírus desde 20 de março, quando os primeiros diagnósticos positivos foram feitos. Desses, 10.705 são considerados recuperados, o que corresponde a 94%. Outras 115 pessoas morreram em decorrência da Covid-19, o que representa uma taxa de letalidade de 1,01%, a maior desde o começo da pandemia.

    > Leia também: "As pessoas gritavam e pediam por água", diz vizinho de casa que pegou fogo e matou casal em Blumenau

    O total de casos ativos é de 579, o menor desde 18 de junho. A média móvel de novos pacientes infectados por dia — total da última semana, dividido por sete — chegou à marca de 288,9 em 28 de julho e, hoje, está estabilizada em 71,6. Isso significa que em média, mais de 70 blumenauenses se infectam, por dia, com o novo coronavírus.

    ­

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas