nsc
dc

Jogos Olímpicos

Bruno Fratus conquista medalha de bronze nos 50m livre na natação em Tóquio

Americano Caeleb Dressel é ouro e o francês Florent Manaudou é prata

31/07/2021 - 22h02 - Atualizada em: 31/07/2021 - 22h12

Compartilhe

Guto
Por Guto Marchiori
Bruno Fratus fecha a prova com o tempo de 21s57
Bruno Fratus fecha a prova com o tempo de 21s57
(Foto: )

Bruno Fratus conquistou sua primeira medalha olímpica em sua terceira participação em Olimpíadas. Em Tóquio 2020, ele garantiu o bronze nos 50m livre na natação em final disputada na noite deste sábado (manhã de domingo no Japão).

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O brasileiro fez o tempo de 21s57, atrás do americano Caeleb Dressel (ouro), que anotou 21s07 e quebrou o recorde olímpico de Cesar Cielo que durava desde Pequim 2008. O medalha de prata foi o francês Florent Manaudou (prata), que marcou 21s55. 

- (O grito) está entalado desde 2011, quando disputei meu primeiro mundial. Depois, 2012 aquela Olimpíada do quase. Depois do Rio principalmente. Foi um grito de finalmente medalhista olímpico. Realizei meu sonho que começou quando eu tinha 11 anos de idade e não teria sido sem o suporte, o amor, a amizade de todo mundo que está até agora do meu lado e não abriu. Sem a palavra de quem duvidou. Essa é para vocês também! - disse o nadador à TV Globo.

Fratus recebe a medalha de bronze no pódio olímpico
Fratus recebe a medalha de bronze no pódio olímpico
(Foto: )

Antes dele, Fernando Scherer, o Xuxa, tinha garantido bronze em Atlanta 1996, enquanto que Cesar Cielo ficou com o ouro em Pequin 2008 e bronze em Londres 2012.

Fratus é nascido em Macaé, mas teve sua criação no Rio Grande do Norte. Ele ganhou destaque em 2011 quando venceu uma final dos 100m livre no Troféu Maria Lenk.

> Confira o quadro de medalhas dos Jogos de Tóquio

Leia também:

> Como acompanhar as Olimpíadas na NSC

> Veja os catarinenses que já conquistaram medalhas olímpicas

> Relembre as aberturas mais marcantes das Olimpíadas

Colunistas