nsc
santa

Segurança

Casos de violência doméstica em Blumenau têm queda de 32% de janeiro a abril, segundo PM

Foram 180 casos registrados nos primeiros quatro meses de 2021

07/05/2021 - 05h00 - Atualizada em: 07/05/2021 - 08h39

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
Ao todo a polícia fez mais de 9,1 mil atendimentos de crimes nos primeiros meses do ano
Ao todo a polícia fez mais de 9,1 mil atendimentos de crimes nos primeiros meses do ano
(Foto: )

Os casos de violência doméstica tiveram queda de 32% nos quatro primeiros meses de 2021 em comparação ao mesmo período de 2020, segundo dados divulgados pela Polícia Militar. Além deste, o número de furtos e roubos também diminuiu. 

> Receba todas as notícias de Blumenau e região no seu WhatsApp

Os números foram apresentados em sessão ordinária da Câmara de Vereadores nesta quinta-feira (6), pelo Comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Cleber Pires que explicou que ainda há muito a ser feito.

— Ainda há muita violência doméstica em Blumenau e o trabalho deve ser constante —explicou o comandante.

Além disso, outros crimes também tiveram diminuição na cidade nos quatro primeiros meses do ano. Mortes por violência diminuíram 29%. Os roubos diminuíram de 49 para 35, foram menos 29%. Já os roubos, foram registradas 256 ocorrências entre janeiro e abril de 2020 e 206 no mesmo período de 2021, uma diminuição de 20%.

O 10ª Batalhão de Polícia Militar de Blumenau também efetuou 286 atendimentos na Rede Catarina, responsável por atender mulheres e aumentou as rondas escolares na cidade.

No primeiro trimestre de 2021, de acordo com o balanço, a PM apreendeu 117 quilogramas de maconha e 25 armas de fogo. Foram 9,1 mil chamados e destes, 2,7 mil se tornaram boletins de ocorrência. 1089 pessoas foram presas.

Leia também:

> Remédios do kit intubação ficam retidos pelo fisco em SC, alerta OAB

> Novo restaurante Frohsinn, de Blumenau, terá mirante, terraço e até lago

> As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

> Bagunça política provocou veto de Daniela Reinehr ao dinheiro da BR-470

Colunistas