nsc

publicidade

Crime bárbaro

Causa da morte de jovem espancado em Palhoça foi traumatismo craniano, diz IGP 

Laudo completo do Instituto Geral de Perícias (IGP) será entregue à Polícia Civil até o fim da tarde desta quarta. Deivid Duarte da Silva, 20 anos, foi morto após série de agressões nesta terça-feira (17)

18/09/2019 - 16h07 - Atualizada em: 18/09/2019 - 18h07

Compartilhe

Por Guilherme Simon
agressão em Palhoça
Deivid tinha 20 anos e morava com os pais em Palhoça, na Grande Florianópolis
(Foto: )

O jovem Deivid Duarte da Silva, 20 anos, espancado até a morte nesta terça-feira (17) em um posto de gasolina em Palhoça, na Grande Florianópolis, morreu devido a um traumatismo craniano, informou na tarde desta quarta-feira (18) o Instituto Geral de Perícias (IGP).

Deivid começou a ser agredido após parar o carro para abastecer num posto de combustível no bairro Aririú, no começo da tarde desta terça. De acordo com testemunhas, as agressões duraram cerca de 40 minutos, envolvendo chutes, socos e pontapés. Três pessoas estão presas e vão responder por homicídio qualificado.

Conforme informações do IGP, Deivid tinha fraturas e lesões espalhadas por todo o corpo. O laudo cadavérico completo está sendo finalizado e deve ser entregue à Polícia Civil até o fim da tarde.

Em depoimento à Polícia Civil ainda na terça, os três homens que foram presos afirmaram que agrediram Deivid como forma de vingança porque ele teria roubado o carro de um deles na noite anterior. Na tarde desta quarta, a Justiça converteu a prisão em flagrante dos suspeitos em prisão preventiva.

A polícia também vai apurar se mais pessoas contribuíram para a morte de Deivid. Câmeras de segurança mostraram que, além dos três presos em flagrante, mais pessoas participaram das agressões. De acordo com a delegada Michele Rabelo, caso mais alguém seja identificado, há a possibilidade de novas prisões.

Leia também

Agressão que levou homem à morte em Palhoça foi "inflada" por populares, diz delegado

“Foi envolvido numa coisa que nunca fez parte”, diz parente de jovem morto em Palhoça

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade