nsc
dc

Divisão

Ciro ataca Dilma e diz que Lula conspirou pelo impeachment; ex-presidente rebate

Petista disse que ex-governador do Ceará “mente de maneira descarada”, e foi chamada de “incompetente” e “presunçosa” em resposta

13/10/2021 - 15h02

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Ciro e Dilma trocaram acusações em discussões nas redes sociais
Ciro e Dilma trocaram acusações em discussões nas redes sociais
(Foto: )

O ex-governador do Ceará e pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) discutiu com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) nas redes sociais nesta quarta-feira (13). Ele disse que errou quando lutou contra "o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela Presidência", citando a petista.

"O governo federal não está sendo justo com SC", diz Antídio Lunelli (MDB)

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A mensagem é uma reação a uma publicação feita mais cedo pela ex-presidente em que ela afirma que Ciro estaria tentando "de todas as formas" reagir à sua baixa aprovação popular. "Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço", escreveu Dilma.

"O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas", escreveu ainda a petista.

A mensagem de Dilma ocorreu depois de uma entrevista de Ciro ao podcast Estadão Notícias em que o presidenciável disse “estar seguro” de que Lula e outros petistas conspiraram pelo impeachment de Dilma.

- "O meu irmão, que também estava lutando [contra o impeachment], me chamou e falou assim: 'Será que esses caras querem impedir o impeachment?'. Agora estou seguro que eles estavam colaborando pelo impeachment da Dilma - afirmou.

Na resposta após as críticas da ex-presidente, Ciro ainda disse que, na época do impeachment de Dilma, ele estava defendendo a "integridade do cargo" que ela "toscamente ocupava". "Se hoje você prefere estar ao lado dos que a traíram, obrigado por me poupar da sua incômoda companhia", seguiu.

Ciro afirmou também que Lula foi um "dos maiores responsáveis pela desestabilização" do mandato de Dilma porque o ex-presidente teria passado anos falando mal de Dilma durante as duas gestões da petista.

"Quem sabe, ele estava retribuindo seu gesto de não aceitá-lo candidato (Ingratidão? Chantagem?)", continuou. "No fundo, vocês dois se merecem. Mas o Brasil merece pessoas melhores que vocês. Guarde suas ofensas e diatribes para quem possa ter medo de você."

Em vídeo publicado na segunda-feira (11), Ciro havia afirmado que os eleitores deveriam "refletir mais profundamente" caso pensassem em apoiar Lula por causa do que "ele fez no passado". "Você acha que ele terá condições de governar nos dias de hoje?", questionou.

Na postagem, o ex-governador ainda disse que Lula não "aprendeu com os seus erros". "É só ver que ele está se juntando com os mesmos de sempre, incluindo aqueles que derrubaram Dilma. #NemLulaNemBolsonaro", escreveu.

* Com informações de Mônica Bérgamo, da Folhapress

Leia também

Eleições 2022: confira datas, prazos e o que se sabe até agora

Fusão de DEM com o PSL acelera saída de deputados e mudanças nos partidos em SC

Combate às fake news ainda será desafio para as Eleições 2022

Colunistas