nsc
dc

Alerta

Com situação crítica na rede pediátrica, SC tem 22 pessoas à espera de leito de UTI

Com oito pacientes a espera de uma vaga, leitos de UTI pediátricos estão com 100% de ocupação

11/06/2022 - 18h53 - Atualizada em: 12/06/2022 - 06h41

Compartilhe

Luana
Por Luana Amorim
Sul é a região com a maior fila de espera em SC
Sul é a região com a maior fila de espera em SC
(Foto: )

Santa Catarina tem 22 pessoas, entre adultos e crianças, esperando por um leito de UTI nos hospitais públicos neste sábado, dia 11. A situação mais crítica está entre os leitos pediátricos: com 100% de ocupação, oito aguardam por uma vaga, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Receba notícias do DC via Telegram

Dos oito pacientes que estão na fila por uma UTI pediátrica no Estado, seis possuem alguma doença respiratória. A região com a maior espera é o Sul, com três, seguida da Serra, com dois, e do Vale do Rio Itajaí, Meio Oeste e Grande Oeste, com um paciente em cada.

> Florianópolis registra 14 surtos de Covid em escolas, asilos e órgão público

Atualmente, dos 93 leitos pediátricos disponíveis, todos estão ocupados, sendo que cinco deles são de pacientes com Covid-19. 

Mapa aponta a situação dos leitos pediátricos em SC
Mapa aponta a situação dos leitos pediátricos em SC
(Foto: )

Já nas UTIs neonatais, são seis pessoas que aguardam transferência para um leito de UTI junto à Central Estadual de Regulação de Internações Hospitalares (CERIH): três no Vale do Rio Itajaí e três no Grande Oeste. Nenhum deles necessita de atendimento por problemas respiratórios, segundo a SES.

A taxa de ocupação de UTI Neonatal em Santa Catarina é de 97,71%. Das 175 vagas, 171 estão ocupadas neste sábado, conforme a secretaria.

Oito adultos aguardam por leito em SC

A SES também divulgou o número de adultos que aguardam por uma vaga nas UTIs do Estado. Ao todo, são oito pacientes, sendo que três necessitam de internação devido a doenças respiratórias. Já os demais, precisam do serviço especializado para outras patologias.

Os pacientes estão divididos nas seguintes regiões: três na Foz do Rio Itajaí, três no Grande Oeste. um no Sul e um no Vale do Rio Itajaí. A taxa de ocupação nos leitos de UTI adulto é de 96,90%, com 750 das 774 vagas ocupadas. Dessas, 29 são por pacientes com Covid-19.

Governo projeta 114 novos leitos 

A previsão do governo estadual é de que 114 novos leitos sejam ativados nos próximos 90 dias afim de suprir a demanda. Desses, 82 devem ser dedicados para atendimento das crianças. 

Já nesta segunda-feira, dia 13, 27 leitos para adultos devem ser ativados: 10 deles de UTI e 17 de enfermaria, no Hospital Florianópolis.

O governo estadual diz que a ativação dos leitos será custeada por parte dos R$ 40 milhões previstos em um recente pacote de ações. Ele está atrelado ao decreto de situação de emergência em vigor no Estado desde o último dia 3 de junho, por conta do surto de doenças respiratórias e de dengue em Santa Catarina.

Leia também: 

Covid, varíola dos macacos e mais: por que estamos registrando "boom" de doenças?

Dengue, gripe e Covid-19 sobrecarregam emergências de hospitais em SC

Com ambulatórios lotados, Blumenau nunca vacinou tão pouco contra a influenza

Colunistas