nsc
dc

Ilhas Maldivas

Destroços do foguete chinês Long March 5B caem no Oceano Índico

China confirmou que destroços caíram perto das Ilhas Maldivas, mas a maior parte se desintegrou na atmosfera

09/05/2021 - 06h55 - Atualizada em: 09/05/2021 - 08h18

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Maior parte do foguete se desintegrou ao entrar na atmosfera terrestre
Maior parte do foguete se desintegrou ao entrar na atmosfera terrestre
(Foto: )

A China confirmou, neste domingo (9), que destroços do foguete Long March 5B caíram no Oceano Índico, próximo às Ilhas Maldivas. A maior parte da estrutura do foguete, no entanto, se desintegrou ao entrar na atmosfera terrestre.

Os destroços do Long March 5B entraram na atmosfera por volta das 10h20mins no horário de Pequim e caíram nas coordenadas de 72,47º de longitude Leste e 2,65º de latitude Norte, segundo o Escritório Chinês de Engenharia Espacial (veja no mapa abaixo).

O Long March B5 enviou à órbita o módulo Tianhe, que fará parte da futura estação espacial chinesa. 

A expectativa era que o módulo realizasse queimas de combustível para se afastar da Terra, o que não ocorreu. Até esta publicação o motivo do problema ainda não havia sido revelado. 

Foguete chinês Long March 5B
Foguete chinês Long March 5B
(Foto: )

Veja vídeo do foguete no céu de Santa Catarina:

Perfil do Space-Track confirmou a queda do foguete:

Já o Conexão GeoClima apontou em mapa o local da queda:

Foguete foi avistado em outras regiões pelo mundo:

Módulo de estação espacial

A China colocou em órbita o primeiro módulo de sua estação espacial em 29 de abril. É a primeira parte deste foguete que estava em órbita que retornou à Terra.

O objeto foi perdendo altitude gradualmente. Seu ponto exato de queda era desconhecido, mas neste domingo a China confirmou que destroços caíram no Oceano Índico, perto das Maldivas.

O país asiático, assim como muitos especialistas, já consideravam mínima a hipótese de danos na Terra.

Mais 10 missões desse tipo devem ocorrer até o fim da construção da estação, prevista para 2022.

*Com informações do G1.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Confira também:

Elon Musk decidiu em Florianópolis que iria investir foguetes; entenda

Sete minutos de terror: veja o pouso do robô Perseverance em Marte

Queda de meteoro em SC é flagrada por câmeras; veja vídeo

Especial Orbitando: saiba tudo sobre satélites espaciais

Conheça mais sobre as sondas no espaço

Colunistas