nsc
dc

Comemoração

"Dia das Mães vai ser 3 vezes mais gostoso", diz mulher intubada com Covid após dar à luz trigêmeos em SC

Dois bebês já estão em casa após receber alta, enquanto o terceiro segue internado no hospital

08/05/2021 - 19h48 - Atualizada em: 08/05/2021 - 20h29

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Caroline Gotardo com o filho Théo no colo
Caroline Gotardo com o filho Théo no colo
(Foto: )

A mulher que deu à luz trigêmeos um dia antes de ser intubada com Covid-19 em Chapecó, no Oeste de SC, vai passar o Dia das Mães com a família quase toda completa. Dois bebês já receberam alta e o terceiro foi transferido para um hospital próximo da família em Maravilha, mas ainda não tem previsão de alta.

> Receba notícias de SC por WhatsApp

- Este Dia das Mães vai ser três vezes mais gostoso. Ano passado eu era mãe de três no Dia das Mães e neste sou mãe de seis. O amor dobrou! - afirmou Caroline Gotardo, de 39 anos, em entrevista ao G1.

As crianças ficaram internadas desde o dia em que nasceram, em 24 de fevereiro. Após 65 dias, Alice e Manuela receberam alta e já estão em casa junto dos pais e toda a família. O pequeno Théo está bem e ficará em um quarto do hospital até aprender a mamar. Além dos trigêmeos, Caroline tem outros três filhos.

> Mãe de trigêmeos reencontra família após passar 18 dias intubada com Covid em SC

Segundo a mãe, como o menino segue internado, ainda não foi possível registrar em imagens a família toda reunida. Porém, a data especial, comemorada neste domingo, será muito especial. A manhã será ao lado dos cinco filhos que estão em casa, enquanto a tarde será reservada ao filho internado no hospital.

- Meu Deus nunca falha e está me dando o maior e melhor presente de Dia das Mães, com meu Théo vindo para Maravilha [...] O ideal seria todos em casa, mas como não dá, o importante é ficar um pouco com cada um.

Gravidez inesperada e internação por Covid

Caroline Gotardo afirma que nunca se imaginou como mãe de seis crianças. A mãe dos trigêmeos ficou 22 dias intubada e só pôde conhecer os bebês 23 dias depois do parto.

- O programado mesmo eram dois. Meu marido brincava que mais um seria legal, acabou que sem planejar veio a Ana Lívia. Mas daí nós já dávamos por encerrado e vieram os trigêmeos para nos mostrar que quem decide é Deus e não nós. Foi um tremendo susto, mas hoje agradecemos a Deus por este presente abençoado - contou ao G1.

Caroline foi internada no dia 22 de fevereiro com sintomas de Covid-19. Um dia depois do parto, com grave infecção no pulmão causada pela doença, teve que ser intubada.

Os bebês não contraíram o vírus e nasceram com 1,2 kg. Caroline recebeu alta médica em 23 de março. Sem conseguir andar e com pouca força muscular, teve que contar com a ajuda de um fisioterapeuta para se recuperar.

Leia também

> Acidente mata mulher em Joinville e deixa grávida em estado grave

> Funcionária de creche em SC recorda cena do atentado: "Ele veio até minha direção. Fugi para chamar ajuda"

Colunistas