nsc
    dc

    Entenda

    Ciclone, vendaval, tempestade, tornado e tufão: entenda a diferença

    Meteorologista Leandro Puchalski explica os fenômenos

    01/07/2020 - 17h57 - Atualizada em: 03/09/2020 - 06h58

    Compartilhe

    Por Janaína Laurindo
    Chapecó foi uma das cidades que registraram estragos
    Chapecó foi uma das cidades que registraram estragos
    (Foto: )

    Na tarde da última terça-feira, 30, um temporal causado por uma linha de instabilidade que surgiu da formação de um ciclone causou ao menos 9 mortes e muitos estragos pelo Estado. O vendaval começou na região Oeste ainda pela manhã e avançou por Santa Catarina durante a tarde, sendo registrado em vídeo e fotos por vários leitores.

    > Relembre seis vezes em que tornados ocorreram em Santa Catarina

    Nos compartilhamentos por redes sociais e whatsapp internautas chamaram o fenômeno de ciclone bomba, tornado, furacão, tufão, mas o meteorologista da NSC Leandro Puchalski esclarece o que foi registrado ontem em várias regiões do Estado.

    > Saiba tudo sobre previsão do tempo na coluna de Leandro Puchalski

    — Dentro do processo de formação do ciclone tivemos uma linha de instabilidade que uma das imagens de radar mostrou. É essa linha em vermelho de Sul a Norte que avançou do Meio Oeste ao Litoral muito rapidamente provocando fortes temporais, sobretudo à tarde, em diversas regiões, como Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Norte. 

    > Vídeo: trabalhadores ficam presos em andaime durante temporal em Balneário Camboriú 

    Linha de instabilidade
    Linha de instabilidade
    (Foto: )

    O meteorologista também explica a diferença entre alguns outros fenômenos. Entenda:

    Vendaval e tempestade

    São sinônimos para determinar uma região que sofra com vento extremo. Vendaval está relacionado só com vento muito forte, já a tempestade inclui chuva, granizo, além da rajada de vento. Mas são termos mais populares e não técnicos.

    Tornado e ciclone

    Ambos têm a capacidade de gerar ventos acima de 100 km/h, aqui em Santa Catarina normalmente podem chegar até 200 km/h. A diferença é que o tornado é o funil que vem da base da nuvem em direção ao solo com uma área de abrangência pequena e de curta duração – minutos. 

    > Santa Catarina está na segunda região mais propícia a tornados em todo o mundo, diz pesquisa

    O ciclone é um sistema mais abrangente que pode provocar vento em várias regiões do Estado e que pode levar horas. Uma diferença entre os dois é que o tornado mais leve gera ventos de 80 km/h ou mais, já o ciclone pode passar por Santa Catarina com ventos de menos de 20 km/h.

    Tufão

    Podemos dizer que tufão é igual a furacão, mas é uma nomenclatura usada mais naquela região do Japão.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas