Depois de ficar quatro dias ilhado no telhado de uma casa em Canoas, no Rio Grande do Sul, em uma tentativa de escapar das enchentes que assolam o estado, o cavalo Caramelo ganhou fama e pedidos de adoção. Mas os veterinários que agora cuidam do animal apontam que, mesmo antes de ele passar dias se equilibrando sobre o telhado, a situação do equino já não era boa. As informações são do O Globo.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Agora, Caramelo recebe cerca de 20 pedidos de adoção por dia. Os pedidos da guarda do animal são recorrentes e feitos tanto pessoalmente quanto pelas redes sociais. Outras pessoas foram até a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), onde ele está abrigado, afirmando que seriam seus donos.

O cavalo não possui chip de identificação e, por isso, para checar se ele poderia mesmo pertencer a quem diz ser seu proprietário, é feita uma checagem por fotografia. Contudo, nenhuma das fotos bateu com as características do animal.

Cavalo Caramelo está “muito bem” e segue tratamento para ganhar peso

Continua depois da publicidade

— Ele tem as quatro patas brancas. E os cavalos das fotos não tinham — explica Fabio Thut, estudante de veterinária que atuou no resgate do cavalo.

Os veterinários da Ulbra desconfiam que o motivo para o real dono não aparecer seja que o animal era, provavelmente, vítima de maus-tratos. Ele também possui uma marca de cabresto no nariz, o que indica que fica preso a maior parte do tempo.

Animais mortos, lixo e mau cheiro: Porto Alegre vive cenário de caos após água começar a baixar

— Pela nossa avaliação corporal, nós notamos as costelas aparecendo e que ele estava bem abaixo do peso antes de ficar quatro dias no telhado. Dificilmente a pessoa vai aparecer porque ele não era bem cuidado, isso pode configurar maus tratos — disse o coordenador do curso de veterinária da Ulbra, Jean Soares.

Além de Caramelo, outros 15 cavalos foram resgatados durante as enchentes e estão na fazenda da universidade, sem dono.

Continua depois da publicidade

— Mas eles não são famosos e ninguém apareceu para pegá-los — acrescentou Soares.

A equipe que cuida do animal quer que ele ganhe entre 40 a 50 quilos nas próximas semanas e prepara uma ração com mel, suplemento alimentar, feno e alfafa. Além disso, ele tem à disposição um extenso campo de grama. Por conta da comoção com o caso, Caramelo recebeu doação de ração que é suficiente para alimentar ele e seus colegas também desabrigados.

Relembre a história do cavalo Caramelo

Leia também

Cavalo Caramelo, que foi resgatado de telhado no RS, vai morar em fazenda de universidade

Cavalo Caramelo precisa recuperar 50 quilos que perdeu após passar dias ilhado no RS, diz hospital

Vídeo flagra cão ilhado em busca de abrigo em telhados durante chuvas no RS

Destaques do NSC Total