nsc
dc

Preparação

Enem 2020: Tudo que você precisa saber sobre a segunda prova

Confira as regras do Exame e o que fazer se você foi barrado no primeiro dia

22/01/2021 - 09h00 - Atualizada em: 22/01/2021 - 22h06

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Segundo dia do Enem 2020 acontece neste domingo (24)
Segundo dia do Enem 2020 acontece neste domingo (24)
(Foto: )

Mesmo com as confusões do primeiro dia do Enem 2020, em que muitos candidatos não conseguiram realizar a prova por conta da lotação das salas, o segundo dia do Exame vai acontecer neste domingo (24). Veja tudo o que você precisa saber para se sair bem na segunda prova, que terá questões de matemática e ciências da natureza.

> Enem 2020: assista ao aulão preparatório do COC Floripa

Horário do Enem

A prova inicia às 13h30min e termina às 18h30min. O Inep antecipou a abertura dos portões dos locais de aplicação do Exame em meia hora para evitar aglomerações. Eles serão abertos às 11h30min (horário de Brasília) e fechados às 13h todos os dias.

> Enem conta com abstenção de 30% para obedecer o distanciamento entre candidatos

Fui barrado na primeira prova, devo comparecer na segunda?

Quem foi impedido de fazer a primeira prova por problemas logísticos, como a lotação das salas, deve comparecer no segundo dia normalmente, neste domingo (24), informou o Inep.

O participante que não conseguiu realizar o Exame no dia 17, poderá solicitar a reaplicação da prova que perdeu entre os dias 25 e 29 de janeiro. Para isso, o candidato deve entrar na Página do Participante e fazer a solicitação.

A regra é diferente para quem faltou à prova. O candidato que não compareceu ao primeiro dia do Enem é eliminado.

As datas de reaplicação da prova estão previstas para acontecer nos dias 24 e 25 de fevereiro. Além dos candidatos barrados por conta da lotação das salas, podem realizar a prova participantes com sintomas de Covid-19 e que enfrentaram outros problemas logísticos, como desastres naturais. 

Os casos serão julgados individualmente pelo Inep. A aprovação ou a reprovação da solicitação deve ser consultada na Página do Participante.

> Enem 2020: o que fazer se o participante estiver com Covid-19

Fui mal na primeira prova, o que mudar na segunda?

Após cinco horas e meia de prova no primeiro dia do Exame, muitos candidatos podem se sentir desmotivados se não tiveram a performance esperada. Principalmente, depois de olhar os gabaritos extraoficiais divulgados. Mas é importante manter a calma para o segundo dia.

Professores destacam que os participantes podem se recuperar no segundo dia para conseguir a vaga desejada. É importante lembrar que as notas de corte dependerão de vários fatores que você ainda não conhece, como o número de concorrentes e o peso dado pelas universidades para cada disciplina.

Além disso, o primeiro dia costuma ser mais tenso, pois o participante ainda não está acostumado com o ritmo do exame. Por esse motivo, se o estudante avaliar os erros na sua preparação, como alimentação, horário de chegada e estratégia na hora de resolver as questões, poderá fazer modificações para ter um desempenho melhor no segundo dia.

> Questão do delegado: candidatos do Enem 2020 discutem sobre pergunta polêmica da prova

Qual estratégia adotar no segundo dia do Enem

O segundo dia tem características bem distintas do primeiro. Principalmente porque não tem redação, apenas questões objetivas. Com isso, a sua estratégia na hora de resolver a prova pode mudar.

Ao todo, os estudantes terão cinco horas para resolver 90 questões. A expectativa é que a prova tenha menos textos longos e que os enunciados sejam mais objetivos em relação a primeira. Metade da prova é dedicada apenas a uma disciplina: a matemática.

Durante o exame, a dica é focar nas questões que você sabe resolver e prestar muita atenção nos enunciados. Faça primeiro os exercícios mais fáceis e deixe para depois aqueles que demandam mais tempo, visto que o Enem é uma prova extensa. O aluno tem menos três minutos para resolver cada questão.

Preste atenção nos comandos do fiscal, controle o seu horário pelo quadro e, caso esteja muito nervoso, tome água e dê uma pequena pausa para se acalmar. Respirar é essencial. Leia as orientações do exame com atenção e utilize o seu tempo com sabedoria.

> Checklist Enem 2020: recomendações e tudo que você precisa saber para a prova

O que levar no dia do Enem

- Documento oficial com foto (obrigatório)

- Caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente (obrigatório)

- Máscara (obrigatório)

- Cartão de confirmação (recomendado) - O documento possui número de inscrição, a data, a hora e o local de realização do exame, a solicitação de atendimento especializado e o nome social, caso solicitado e aprovado

- Um lanche (recomendado) - São até 6h dentro da sala de aplicação. É recomendado que se leve um lanche, além de água

- Álcool gel (recomendado) - O Enem disponibilizará álcool em todas as salas, mas caso o participante tenha condições, é melhor levar o seu

> Estudantes de SC descem Serra do Rio do Rastro a pé para prestar Enem: "quando a gente quer, consegue"

O que não levar no dia do Enem

Todos os objetos que não estejam listados acima devem ficar guardados na mochila ou no porta-objetos. Por isso, recomenda-se que o candidato leve a menor quantidade de objetos possíveis e leve equipamento eletrônico apenas se necessário. 

Qualquer dispositivo eletrônico deve ficar desligado e guardado. Caso toque durante a aplicação, o participante estará automaticamente eliminado.

- Equipamentos eletrônicos deverão ser guardados no porta-objetos desligados.

- Óculos escuros e artigos de chapelaria.

- Caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos

- Livros, manuais, impressos, anotações

- Relógio de qualquer tipo

> Enem 2020: salas de prova têm 80% de ocupação e Defensoria diz que Inep mentiu sobre segurança

Medidas de segurança da Covid-19

É obrigatório o uso de máscaras de proteção facial durante toda a aplicação. O equipamento deve cobrir toda a boca e o nariz e não pode ser retirado no local de aplicação da prova, na sala ou pátio. 

A máscara poderá ser retirada durante a prova apenas para comer ou para troca, já que é recomendado que o candidato leve mais de um equipamento de proteção.

O único momento em que é obrigatório retirar a máscara é antes de entrar na sala de provas, para a identificação do participante. O candidato deve retirá-la sem tocar em sua parte frontal e higienizar as mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala.

Os participantes devem manter o distanciamento no pátio e na sala, além de seguir as demais medidas de segurança da Covid-19 e passar álcool em gel sempre que entrar na sala de provas. Recomenda-se não passar a mão na máscara, olhos ou nariz durante toda a aplicação da prova. 

Segundo o Inep, as salas terão até 50% de lotação.

Colunistas