nsc
dc

Infográfico

Entenda como funciona o abastecimento de energia no Meio-Oeste de SC e o que causou o apagão

Infográfico mostra a localização das redes de transmissão e como elas se conectam para fornecer energia para a região

03/06/2021 - 15h01 - Atualizada em: 03/06/2021 - 19h24

Compartilhe

Por Ângela Prestes
Foram danificadas e ficaram inoperantes cinco torres
Foram danificadas e ficaram inoperantes cinco torres
(Foto: )

O tornado que atingiu a região Meio-Oeste de Santa Catarina deixou pelo menos 90 mil imóveis sem luz. A energia foi restabelecida na terça-feira (1º), mas os trabalhos nas torres de alta tensão devem se estender ainda por duas semanas. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Os ventos danificaram cinco torres que pertencem a uma transmissora regulada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A gerente do Núcleo Meio-Oeste da Celesc, Silvia Hafner Pozzobom, explica que a linha que sofreu os danos é de 230 kV e sai de Campos Novos para Videira.

— Nessa subestação de Videira tem transformadores de 230 kV para 138 kV, que alimentam duas linhas de transmissão - uma para a subestação Videira Celesc e outra para a subestação Caçador Celesc. A partir da subestação de Caçador sai mais uma linha de transmissão de 138 kv para Caçador Castelhano e da subestação Videira sai uma linha de transmissão em 69 kV para Fraiburgo. 

>Vídeo mostra tornado que atingiu oficina em Campos Novos; veja imagens

Como a linha de transmissão de 230 kV que foi interrompida alimenta algumas das outras subestações do Meio-Oeste, o fornecimento de energia foi interrompido.

Veja mais no infográfico abaixo:

LEIA MAIS

> Ação milionária de quase 30 anos chega ao fim na Justiça de SC

> Pis/Pasep 2021 está disponível para saque até 30 de junho

Colunistas