nsc
    dc

    Regras

    Entenda o que está liberado e proibido em cada região de SC conforme o mapa de risco de coronavírus

    Mapa é atualizado semanalmente e muda regras de cada região que aparece com alteração de risco em SC

    16/10/2020 - 05h00 - Atualizada em: 07/11/2020 - 07h32

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Em regiões de risco alto e moderado para coronavírus é permitida a permanência em espaços públicos em SC
    Em regiões de risco alto e moderado para coronavírus é permitida a permanência em espaços públicos em SC
    (Foto: )

    Depois que o mapa de risco do coronavírus foi adotado em Santa Catarina, novas regras e flexibilizações também foram definidas no Estado, conforme a ameaça que a doença representa para cada região. 

    > Receba notícias de Santa Catarina por WhatsApp. Clique aqui e saiba como

    O risco está classificado em quatro níveis: gravíssimo, grave, alto e médio - caracterizado no mapa nas cores vermelha, laranja, amarela e azul, respectivamente - e as medidas são aplicadas, semanalmente, conforme a situação de cada localidade.

    Como a situação do vírus pode mudar a cada semana, para melhor ou pior, os serviços e as atividades também estão sujeitos a alterações semanais, de acordo com os decretos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o que pode confundir a população de cada região.

    Para tornar mais fácil a compreensão sobre as regras de cada nível de risco de SC, a reportagem do Diário Catarinense separou abaixo o que está liberado e proibido conforme a classificação de risco.

    Como ficam as regras para cada nível de risco

    Risco gravíssimo - em vermelho

    O risco pontencial gravíssimo para coronavírus é o mais crítico que a região pode chegar e aparece em vermelho no mapa. Nesse caso, as restrições são mais rigorosas.

    Está proibido

    - Aulas presenciais em todas as redes e para todos os níveis, com exceção do superior.

    - Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

    - Cinemas, teatros, casas noturnas, museus e qualquer evento que resulte em reunião de público.

    - Concentração e permanência de pessoas em parques, praias e praças.

    - Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

    - Casas de shows, boates e pubs, festas particulares com aglomeração.

    - Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais que não puderem ser prestados de forma remota, excetuados os serviços essenciais.

    - Atividades em estabelecimentos que não estejam atendendo às normas sanitárias de prevenção ao coronavírus. 

    - Circulação de transporte intermunicipal de passageiros será avaliada e definida por ato específico e conjunto do Secretário de Estado da Saúde e do Secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade.

    > Igrejas podem abrir com capacidade máxima em SC nas regiões menos graves para coronavírus

    > Postagem de Felipe Neto sobre Florianópolis repercute nas redes sociais

    Está liberado

    - Missas e cultos religiosos, com 30% da lotação máxima.

    - Academias com 30% da capacidade total.

    - Restaurantes e lancherias desde que respeitado distanciamento de 1,5m entre as mesas, disponibilizado álcool em gel na entrada; obrigatório uso de máscara, para quando o cliente não estiver consumindo; ventilação natural no ambiente como prioridade.

    - Prática de esportes individuais em praias, praças e parques. 

    Risco grave - em laranja

    O risco pontencial grave para coronavírus também é considerado crítico, mas com um grau a menos que o gravíssimo. Nesse caso, as restrições são rigorosas, mas um pouco mais flexíveis.

    Está proibido

    - Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

    - Cinemas, teatros, casas noturnas, museus e qualquer evento que resulte em reunião de público.

    - Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

    - Casas de shows, boates e pubs, festas particulares com aglomeração.

    - Concentração e permanência de pessoas em parques, praias e praças.

    - Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

    - Atividades em estabelecimentos que não estejam atendendo às normas sanitárias de prevenção ao coronavírus. 

    Está liberado

    - Aulas presenciais. A liberação ocorreu na sexta-feira (6/11). Até então, o ensino presencial em grupo estava proibido.

    - Competições esportivas de qualquer modalidade, desde que atletas seja testados com até 24 horas de antecedência.

    - Missas e cultos religiosos, com 50% da lotação máxima.

    - Academias com 50% da capacidade total.

    - Prática de esportes individuais em praias, praças e parques. 

    - Restaurantes e lancherias desde que respeitado as regras sanitárias.

    - Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 30% do total de agentes públicos em exercício.

    > Cinemas e teatros são liberados em Santa Catarina; entenda as regras

    Risco alto - amarelo

    O risco pontencial alto para coronavírus já permite uma série de flexibilizações, como liberação de atividades presenciais, realização de alguns eventos e ampliação de horários de atendimento.

    Está proibido

    - Casas de shows, boates e pubs.

    - Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

    > SC libera volta às aulas presenciais em escolas públicas e privadas; veja regras

    Está liberado

    - Aulas presenciais em todos os níveis, com exceção da educação infantil, e em todas as esferas - pública e privado - desde que observadas todas as regras.

    - Missas e cultos religiosos, com 70% da lotação máxima. 

    - Cinemas, teatros e bibliotecas com 50% da capacidade de lotação.

    - Museus, com 1/4 da ocupação. 

    - Prova de roupas em lojas, com uma série de cuidados.

    - Concursos.

    - Eventos sociais particulares, como casamentos, batizados, formaturas e aniversários, com 40% da taxa de ocupação.

    - Congressos, eventos seminários, palestras com 40% da capacidade.

    - Permanência em praças, parques e praias, desde que seguindo as orientações de uso obrigatório de máscara e respeito ao distanciamento entre pessoas.

    - Visitas em em presídios.

    - Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 50% do total de agentes públicos em exercício. 

    - Restaurantes e lancherias desde que respeitado regras sanitárias.

    - Academias com 70% do limite.

    - Parques aquáticos e complexos de águas termais com capacidade de 50%.

    Risco moderado - em azul

    Está proibido

    - Casas de shows, boates e pubs.

    - Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

    Está liberado

    Todas as demais atividades estão liberadas, desde que seguidas as regras sanitárias.

    Leia também

    > Servidores da Celesc são presos em operação contra ligações clandestinas de energia em SC

    > Concursos públicos em SC: confira as vagas em outubro, salários e como se inscrever

    > UFSC abre inscrições para processo seletivo com 549 vagas em 27 cursos de graduação

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas