nsc

Prejuízo

Filme nunca lançado teve R$ 1,2 milhão de dinheiro público de SC: “Contribuinte pagou o pato”

“The Heartbreaker - O quebrador de Corações” jamais chegou às telas

08/10/2020 - 14h46

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Projeto tinha participação da atriz Giovanna Antonelli
Projeto tinha participação da atriz Giovanna Antonelli
(Foto: )

Não é o famoso "A volta dos que não foram", mas poderia ser. O filme “The Heartbreaker - O quebrador de Coraçõesrecebeu, no ano de 2008, o valor de R$ 1,2 milhão do Governo de SC através do Fundo Estadual de Incentivo ao Turismo (Funturismo). Doze anos depois, o projeto não passou de um trailer publicado na internet e o dinheiro não foi recuperado.

— Este dinheiro é perdido. Foi para algum lugar e o contribuinte de Santa Catarina perdeu. O filme tinha como proposta divulgar o estado internacionalmente. Mas nunca foi lançado. Não houve divulgação nacional, nem internacional. O contribuinte pagou o pato — afirma o procurador do Ministério Público de Contas (MPC-SC), Diogo Ringenberg.

> Sobe o número de regiões com risco grave para covid-19 em SC

O MPC de Santa Catarina questionou as irregularidades junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) pedindo a devolução do dinheiro público e a penalização dos responsáveis. O Pleno do TCE deu provimento parcial ao pleito do MPC, mas determinou apenas que os empresários não possam mais receber dinheiro público.

— Nós esgotamos as possibilidades no TCE, o recurso foi julgado desta forma. A sociedade precisa cobrar dos órgãos de controle decisões razoáveis. Esta decisão reconhece uma série de irregularidades, pelo menos cinco, e além de tudo o filme não foi lançado. A decisão reconhece tudo isso, mas não determina a devolução do valor. O que é isso? Fazer caridade para o chapéu alheio? — critica Ringenberg.

Ouça a entrevista com o procurador do Ministério Público de Contas (MPC-SC):

> Supremo volta a analisar ação contra o impeachment em SC

O projeto do filme “The Heartbreaker - O quebrador de Corações”, apresentado para buscar verbas públicas, previa a divulgação de Santa Catarina internacionalmente. Depois de 12 anos, o resultado do investimento catarinense nunca foi concretizado. Sem chegar às telas, o projeto parou em um trailer, que pode ser encontrado no YouTube.

> Eleições 2020: como será o horário eleitoral nas maiores cidades de SC

Colunistas