nsc
dc

Momentos de tensão

"Foi um choque muito forte", revela atleta de vôlei sobre acidente com 3 mortes em Lages

Uma mulher, um adolescente e uma criança estavam em uma caminhonete e não resistiram aos ferimentos

13/09/2021 - 15h41 - Atualizada em: 13/09/2021 - 17h45

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Carolina
Por Carolina Fernandes
Equipe havia competido em torneio em Lages
Equipe havia competido em torneio em Lages
(Foto: )

Após uma disputa de vôlei em Lages, na Serra Catarinense, atletas amadores de Curitibanos vivenciaram um grave acidente de trânsito ao deixar a cidade na noite de domingo (12). A colisão entre o micro-ônibus da equipe e uma caminhonete S10 ocorreu na BR-282, logo após a competição. Ao menos três pessoas morreram e outras três ficaram feridas.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Entre os 11 atletas amadores que saíram do Oeste catarinense para a disputa "Quadrangular Vôlei Adulto", na Serra, estava Mateus dos Santos, de 22 anos. Ao G1 SC, ele contou sobre os momentos de pânico vivenciados por todos.

- Na hora, só vi que o nosso motorista freou bruscamente, aí vi um clarão na frente. Foi um choque muito forte - relembrou Mateus.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um homem, uma mulher e uma criança não sobreviveram ao impacto. Todos eram ocupantes da caminhonete. 

Até as 16h30min desta segunda-feira (13), o Instituto Geral de Perícias (IGP) não havia confirmado a identidade das vítimas.

Micro-ônibus foi atingido de frente pela caminhonete desgovernada
Micro-ônibus foi atingido de frente pela caminhonete desgovernada
(Foto: )

A colisão ocorreu por volta das 20h40min. O motorista do micro-ônibus, de 48 anos, relatou aos bombeiros que os atletas seguiam para São José do Cerrito, na mesma região. A caminhonete que seguia no sentido contrário rodopiou na pista, invadiu a faixa e bateu contra o micro-ônibus.

Garotos de Ouro: conheça a banda gaúcha que faz sucesso pelo Brasil

"Um dos meus amigos quebrou o vidro para poder tirar a criança"

Ao G1 SC, Mateus afirmou que ao descer do ônibus chegou a ouvir um dos ocupantes da caminhonete. Em seguida, descobriram que havia uma criança dentro do veículo. Foi, então, que um dos atletas quebrou o vidro da S10 para resgatá-la.

- Quando eu desci do ônibus, escutei um homem gemendo. Depois as pessoas que pararam disseram que tinha uma criança chorando dentro do carro. Um dos meus amigos pegou o martelo de emergência do ônibus e quebrou o vidro da camioneta para poder retirar a criança - relembra o atleta, ao dizer que viu a criança viva. 

Segundo o jovem, um policial que estava de folga e passava pelo local realizou a retirada da criança do veículo, mas que não presenciou o socorro.

Casal é flagrado de moto com criança de três anos no colo em Blumenau

Três feridos na equipe de vôlei

Ao menos três pessoas ficaram feridas entre os atletas. Um deles é Mateus, que teve um dente quebrado e os lábios cortados durante a colisão. Eles foram encaminhados ao hospital de Lages. A equipe é composta por jovens de 17 e 22 anos e grande parte já retornou para Curitibanos. 

Segundo o atleta, o único jovem que apresentou lesões mais graves, na clavícula, está em um hospital de Lages em estado estável.

Leia também

Menino de 2 anos é picado por animal e morre no Alto Vale

Cantor da Garotos de Ouro morre em acidente com ônibus da banda na Grande Florianópolis

Policial militar de folga morre em Chapecó após troca de tiros com agressor

Colunistas