nsc
dc

Chuva

FOTOS: granizo cobre ruas de Balneário Camboriú, e chuva alaga regiões de SC

Em Lages, a Defesa Civil monitora o nível do rio Carahá, que corre risco de transbordar

23/06/2022 - 19h55 - Atualizada em: 24/06/2022 - 06h03

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Ferrarez
Chuva causou alagamentos, deslizamentos e outros estragos
Chuva causou alagamentos, deslizamentos e outros estragos
(Foto: )

A chuva que atingiu Santa Catarina nesta quinta-feira (23) causou alagamentos e estragos em diversas regiões. Em Lages, a Defesa Civil monitora o nível do rio Carahá, que corre risco de transbordar.

Receba notícias do DC via Telegram

Em algumas cidades, a tempestade veio acompanhada de granizo, como em Balneário Camboriú, que teve sua paisagem alterada. Imagens do município mostram ruas inundadas e pedras de granizo do tamanho de bolas de ping-pong espalhadas pela cidade.

Em Aurora, a enxurrada provocada pela chuva causou interdição total da rodovia SC-350. Também na região, o munícipio de Vidal Ramos precisou suspender aulas devido aos alagamentos.

Já no Meio-Oeste, a chuva causou estragos em diversos bairros de Joaçaba. Ruas ficaram alagadas, casas destelhadas e o asfalto cedeu em uma das vias do município. Em Campos Novos, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) atendeu ao menos oito ocorrências envolvendo alagamentos de residências.

Na Serra, a Defesa Civil de Lages registrou queda de muro, deslizamentos e está em alerta para o nível do rio rio Caraha, que corta a cidade. Em São José do Cerrito, moradores precisaram de lonas para cobrir residências afetadas.

Em Sombrio, no Sul do Estado, o teto da recepção do Hospital Dom Joaquim desabou em função do alto volume de água, que entupiu a calha do telhado. Não houve feridos.

Também houve registro de chuva de granizo em Florianópolis na tarde desta quinta-feira. O fenômeno ocorreu, principalmente, no Norte da Ilha, mas sem registro de ocorrências. 

Em Cordilheira Alta, no Oeste Catarinense, a prefeitura começou a distribuir lonas a partir da noite passada para as famílias que tiveram casas danificadas pelas pedras de gelo. 

Confira as fotos

Leia também:

Chapecó terá "operação de guerra" após chuva afetar 1,5 mil pessoas

Menina que foi estuprada em SC consegue fazer aborto, informa MPF

O que está no roteiro de Bolsonaro em Balneário Camboriú

Colunistas