nsc
dc

Assistência social

Frio intenso em SC: como as cidades se preparam para ajudar moradores de rua

Municípios aumentam vagas em abrigos e arrecadam roupas e cobertores

29/06/2021 - 12h35 - Atualizada em: 29/06/2021 - 14h37

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Catarina
Por Catarina Duarte
Em Lages, prefeitura fez ação para levar pessoas em situação de rua para abrigo
Em Lages, prefeitura fez ação para levar pessoas em situação de rua para abrigo
(Foto: )

A previsão de frio intenso para Santa Catarina nesta semana traz à tona uma velha preocupação da estação mais gélida do ano: as pessoas em situação de rua. Desabrigadas, sem as refeições básicas ou com roupas suficientemente quentes para sobreviverem às baixas temperaturas, elas precisam mais do que nunca de assistência.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Menor temperatura de 2021 no Brasil é registrada em SC

A reportagem procurou as prefeituras de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Chapecó, Lages e Criciúma para saber como estão preparadas para ajudar a população carente neste inverno. Confira abaixo. 

Florianópolis

Em Florianópolis, 30 vagas emergenciais foram abertas em um abrigo da cidade. Além disso, outras 50 pessoas foram credenciadas pela prefeitura para atender, em um hotel da Capital, os moradores mais vulneráveis. 

Uma ação deve ser feita na quarta-feira (30), dia que o frio deve ficar mais rigoroso em todo o Estado, para sensibilizar a população sobre os locais de acolhimento. A estimativa da prefeitura é de que até 500 pessoas se encontrem nessas condições pela cidade.

Para saber como encaminhar uma pessoa que precisa de ajuda a um dos abrigos ou para obter auxílio da prefeitura basta entrar em contato com a equipe de resgate social pelos telefones (48) 991826870 ou (48) 99169-3044.

Frio em SC: como evitar acidentes com asfixia, intoxicação e queimaduras causadas por aquecedores

Joinville

Em Joinville o atendimento iniciou na segunda-feira (28) e ocorre no Centro POP. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h e oferece área para tomar banho e transporte para a Casa Vó Joaquina. No local é disponibilizado jantar, pernoite e café da manhã.

Também ocorre acolhimento pela Comunidade Eis-me Aqui, da Diocese de Joinville. No local é possível jantar. Depois da refeição, as pessoas são encaminhadas para a antiga sede do Seminário Divino Espírito Santo, na rua Florianópolis, onde podem passar a noite.

Se você quer ajudar alguém em situação de vulnerabilidade, pode encaminhá-la ao Centro POP, na R. Paraíba, 937, no bairro Anita Garibaldi, ao lado da rodoviária, ou contatar a equipe através do fone: (47) 3422-7445

Blumenau

Blumenau tem um o Abrigo Municipal e dois espaços provisórios ativados durante a pandemia de Covid-19. Um deles é usado para acolher pessoas em situação de rua neste período de frio.

Como ajudar quem passa frio no inverno em Blumenau

Para ajudar quem está nesta situação, o contato pode ser feito pelos números (47) 99945-9630 ou (47) 3381-6510. Ambos são números da Assistência Social que atende de segunda a sexta-feira das 5h30min à 1h e finais de semana das 8h às 20h.

Doações de roupas podem ser entregues em dois endereços: no Centro POP (Rua Clara Persuhn, 192, Bairro Itoupava Seca) ou na própria Assistência (Rua Engenheiro Paul Werner, 726, Itoupava Seca - acesso pela rua lateral Otto Hennigs, 130.

Chapecó

Mais vagas na Casa de Passagem também foram abertas pela prefeitura de Chapecó. São 60 no total para atender a população em situação de rua que habita o município do Oeste.

A Secretaria de Assistência Social também realiza uma busca ativa em pontos com maior circulação do grupo. O objetivo é conduzir a população até a Casa de Passagem para fornecer abrigo e alimentação. A ação será reforçada com a manutenção da previsão de frio para os próximos dias. 

Lages 

Em Lages são mais de 50 vagas para acolher a população em situação de rua. Além do abrigo, é oferecido alimentação, kit de higiene e banho. Duas casas são dedicadas a esse acolhimento e um espaço funciona como centro de atividades.

Relembre a neve em Santa Catarina com fotos

O serviço de abordagem social funciona todos os dias da semana. Nesta segunda-feira, com apoio da Defesa Civil de Lages, a equipe percorreu ruas e avenidas da cidade, na busca ativa das pessoas que não teriam onde se abrigar.

O contato com o serviço de apoio pode ser feito pelo número (49) 98406-2980; Após o acionamento, uma equipe de abordagem se deslocará para atender a solicitação. 

Criciúma 

A prefeitura de Criciúma intensificou o serviço de abordagem social e abriu 30 vagas emergenciais na Casa de Passagem. O Centro Pop realiza a distribuição de cobertores à população em situação de rua.

Doações de roupas e cobertores podem ser feitas no Centro Pop. O local fica na rua Martinho Lutero, 300, no bairro Pinheirinho. Outra alternativa é agendar o recolhimento da doação com a Secretaria de Assistência Social. O contato pode ser feito no número (48) 3431-0389.

Leia também

Neve em SC no meio da tarde surpreende turistas em Urupema: "Lindo e emocionante"

Atirador recebeu R$ 38 mil para matar catarinense em Curitiba, diz polícia

O que tinha na mochila de Lázaro Barbosa

SC tem nova portaria para o setor de eventos; veja na íntegra

Colunistas