nsc
nsc

Top of Mind 2021

Futuro do ensino: Confira 5 tendências para o mercado de educação

Depois da revolução tecnológica vivida desde 2020, instituições de ensino herdam novas habilidades para recomeçar nova fase

06/12/2021 - 17h57

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
tendências educação
Entenda como o mercado se prepara para uma nova forma de ensinar e aprender
(Foto: )

Nos últimos dois anos, o mundo da educação viveu uma revolução equivalente a décadas. O que era presencial virou obrigatoriamente online e foi como se o futuro tivesse aportado de um dia para outro – estivessem os profissionais preparados ou não.

> Ranking Top of Mind 2021: Conheça as marcas mais lembradas pelos catarinenses

Depois de março de 2020, instituições de ensino fundamental, médio e superior precisaram se adaptar repentinamente ao ensino remoto e, desde então, muitos processos foram aperfeiçoados e professores e alunos descobriram uma nova forma de ensinar e aprender.

O ano letivo de 2022 prevê a retomada das aulas presenciais, mas a educação não será mais a mesma depois deste mergulho profundo no meio online. O mercado se fortalece com a conquista de novas ferramentas, enquanto que o Ensino a Distância (EAD) vive uma fase de expansão e confiança – principalmente na área das especializações, que tem preparado profissionais para um mercado de trabalho ainda mais competitivo.

Confira cinco grandes tendências que irão nortear o mercado da educação no próximo ano:

Ensino híbrido

Mesmo com o retorno das aulas presenciais em 2021, muitas escolas e faculdades adotaram um formato híbrido, mantendo parte do aprendizado no meio online. É uma integração que veio para ficar. A necessidade do ensino a distância mostrou que o contato pessoal é importantíssimo, mas provou também que contar com os espaços digitais para algumas tarefas traz dinamismo e flexibilidade ao ensino. O ambiente online passa a ser visto como um amplificador da aprendizagem.

Autonomia do aluno

Há pouco tempo a sala de aula era exclusivamente o espaço onde o professor trazia o conhecimento e os alunos o absorviam, mas hoje esta relação se mostra mais fluida e horizontalizada. Programas e metodologias de ensino têm se reestruturado para colocar o estudante em uma postura mais ativa, enquanto o professor assume um papel de mediador e mentor. Na modalidade do ensino 100% a distância, por exemplo, a autorresponsabilidade é fundamental para a aprendizagem efetiva.

Conhecimento sem fronteiras

Com a adaptação dos mais diversos cursos para o meio online, de repente ficou claro que é possível estudar a distância em escolas online de qualquer lugar do planeta. Sem sair de casa, você pode morar em Santa Catarina e fazer uma graduação em uma instituição de São Paulo, ter um diploma de MBA norte-americano ou estudar francês em uma escola parisiense. 

> Branding emocional: entenda o conceito que pode mudar a relação da marca com o com o público

É um mundo de possibilidades que se abre para os estudantes e uma nova compreensão de concorrência para escolas e faculdades. Para o mercado de trabalho, é a garantia de profissionais com mais acesso a qualificação, o que é uma das chaves para o desenvolvimento econômico.

Humanização

O uso da tecnologia aumenta a necessidade de tornar a interação entre as pessoas mais assertiva e humanizada: as soft skills dos profissionais serão valorizadas como nunca. São chamadas de soft skills as ferramentas que cada pessoa dispõe para atuar com flexibilidade, criatividade e empatia. Estão mais no âmbito do comportamento e da inteligência emocional do que das habilidades curriculares. A qualidade das relações humanas sempre será o diferencial para uma experiência de aprendizagem prazerosa.

Transformação digital

Se em 2020 o ensino remoto foi uma surpresa para escolas, professores e alunos, a tendência é que estes agentes transitem com mais naturalidade pelo mundo tecnológico. As instituições vão investir em ambientes virtuais de aprendizagem e também repensar sua estrutura física, para que a arquitetura da escola esteja mais adequada a atividades práticas e a laboratórios. Se antes havia alguma resistência, agora ficou claro que a tecnologia é uma aliada da educação e precisa de profissionais capacitados para ser eficaz.

Confira o especial Top of Mind 2021 e conheça as marcas mais lembradas pelos catarinenses. 

Leia também

O mercado já sabe: nenhum consumidor será como antes

Marcas que deixam marcas: reassista campanhas publicitárias inesquecíveis

Colunistas