nsc
hora_de_sc

Atenção

Caiu no golpe do WhatsApp clonado? Saiba o que fazer

Conheça algumas dicas de como fazer quando o WhatsApp é clonado e como é possível fazer para evitar isso

19/01/2021 - 13h40 - Atualizada em: 30/03/2021 - 12h55

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Aplicativo WhatsApp
Aplicativo WhatsApp
(Foto: )

Não há dúvida de que o WhatsApp é um dos aplicativos de mensagens mais populares do planeta. A plataforma que é de propriedade do Facebook possui mais de 2 bilhões de usuários em todo o mundo e oferece uma experiência de bate-papo criptografada de ponta. No entanto, por causa de sua popularidade, o aplicativo também é usado por pessoas mal-intencionadas.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Criminosos tentam enganar os seus usuários para obter acesso ao seu código de verificação para fazer login em uma conta. Dar a alguém o seu código de verificação resultará na invasão direta da sua conta do WhatsApp. Por isso, dicas como usar a verificação em duas etapas evita que sua conta seja comprometida, mesmo se alguém colocar as mãos em seu cartão SIM ou código de verificação.

Mas, felizmente, existem muitas maneira de evitar que sua conta seja hackeada e clonada.

> Saiba como se proteger do golpe do Whatsapp, crime virtual que tem feito vítimas em SC

Ícone do WhatsApp
Ícone do WhatsApp no smartphone
(Foto: )

O WhatsApp é seguro?

O WhatsApp é seguro, sim. Ele se autodenomina totalmente criptografado, porém, isso não o torna impossível de ser hackeado (invadido), como qualquer outro computador ou software super seguro. Saiba que mesmo sendo criptografado, hackers podem invadir e clonar seu WhatsApp, e por isso, saiba como você pode impedi-lo.

Na verdade, ter sua conta hackeada e clonada é um dos piores pesadelos de qualquer usuário, sem falar da grave violação de privacidade. Ser clonado, significa que uma terceira pessoa agora tem acesso ilimitado aos seus bate-papos pessoais, informações, mídia e, em alguns casos, também pode se disfarçar de você mesmo, excluindo chats, respondendo, e cometendo crimes em geral. Isso pode ser apenas a ponta do iceberg de como é prejudicial ser clonado.

Sendo o aplicativo de bate-papo mais usado, o WhatsApp tem todos os tipos de mensagens, incluindo as pessoais, que você pode não se sentir confortável em compartilhar com outras pessoas.

> Golpe do WhatsApp: como ativar a segurança em duas etapas para ficar seguro

> Saiba como proteger os filhos dos perigos da internet

Então, o que acontece se sua conta do WhatsApp for clonada?

Embora o WhatsApp só possa ser hackeado e clonado até certo ponto, não precisamos dizer o quão ruim este crime pode ser para um usuário, não é? Uma vez hackeado, ele pode clonar e ainda ficar de olho nas suas atividades, quando fica online, descobrir padrão de sono, etc.

Os hackers podem acessar seus dados do WhatsApp de várias formas, seja via web ou registrando seu número em outro dispositivo móvel. Na verdade, o aplicativo não pode funcionar em dois celulares ao mesmo tempo. Porém, os hackers, se registrarem o seu número em outro dispositivo, podem facilmente obter todos os seus chats, incluindo os pessoais.

Pode-se escanear rapidamente o código QR do WhatsApp e acessar as conversas em qualquer lugar do mundo. No entanto, isso requer que tenham um acesso físico ao seu telefone para acessar esse código QR.

Os hackers usam técnicas para copiar suas mensagens do seu dispositivo e enviá-las para outro id de e-mail, por exemplo. Eles podem ler facilmente todas as mensagens apenas copiando alguns arquivos da pasta do WhatsApp.

Para isso, procure instalar o App Locker como bloqueio de aplicativos, e quando o invasor tentar copiar os arquivos armazenados de "Meus Arquivos", ele deverá primeiro desbloquear o telefone, que já estará bloqueado.

> Pessoas cadastradas no PIX podem ser alvo de golpistas, alerta delegado; saiba como se proteger

Como fazer para evitar isso?

Para saber se o seu WhatsApp Web está ativo em algum dispositivo desconhecido, vá para os três pontos indicados no canto superior direito da janela do aplicativo. Em WhatsApp Web verifique a lista de todas as sessões abertas. Isso permitirá que você veja todos os dispositivos que estão conectados ao seu aplicativo.

Se você estiver vendo a mensagem "Este telefone não pôde ser verificado", significa que seu WhatsApp também foi acessado por algum dispositivo desconhecido. Existem também softwares de terceiros que ficam disponíveis na web que podem ser usados ​​por hackers para farejar as suas conversas.

> Crimes virtuais: saiba como não cair em golpes nas redes sociais

Mas, antes de mais nada, vamos ao passo a passo:

1. Saia de todos os computadores que você vê na lista em WhatsApp Web. Isso impedirá que os hackers leiam seus bate-papos. No entanto, isso deve ser feito sempre que você usar o WhatsApp web.

2. Não deixe seu telefone sem supervisão quando estiver fora.

3. Bloqueie todos os seus aplicativos para evitar que pessoas desconhecidas os acessem.

4. Não conecte seu telefone a conexões WiFi desconhecidas, pois os hackers também podem usar endereços exclusivos para acessar todos os chats.

5. Caso seu WhatsApp já tenha sido hackeado e clonado, desative sua conta enviando um e-mail para o suporte do aplicativo (support@whatsapp.com). A sua conta será excluída automaticamente se não for acessada por 30 dias.

6. Habilite a verificação em 2 etapas nas configurações da conta. Isso adicionará uma camada extra de segurança ao aplicativo.

7. Apps espiões

Existem aplicativos, quando instalados em seu telefone, que podem servir de espias para cada uma de suas atividades. Usando aplicativos espiões, qualquer pessoa pode hackear facilmente seu telefone não apenas acessando o WhatsApp, mas também muitos outros aplicativos, ou fotos, vídeos, arquivos armazenados, etc.

Para isso, sempre verifique se há algum aplicativo desconhecido armazenado em seu telefone.

8. Não instale aplicativos de fontes não autorizadas ou desconhecidas

Como vimos, evite os espiões. Sempre instale aplicativos da Google Play Store. Verifique os detalhes do desenvolvedor, classificações e análises de qualquer aplicativo antes de instalar em seu telefone.

Para acessar o WhatsApp Web, você precisa escanear o código QR do celular, e assim, você pode entrar na sua conta pelo computador em tempo real. Além disso, você também pode acessar sua conta em outro celular usando um aplicativo chamado “Whatscan para WhatsApp Web”. A sua função é de permitir acesso à conta em vários smartphones, mas você tem que apenas escanear o código QR da conta principal.

Assim, com estas explicações e dicas, fica mais segura sua navegação pela web. E já sabe, se encontrar algum dispositivo "não autorizado" por lá, basta excluir todos os dispositivos e assim se protege contra possíveis clonados e hackers. Seguindo as etapas acima, você pode proteger facilmente sua conta.

E para recuperar a sua conta depois que foi hackeada, você precisa fazer login novamente com seu número de telefone. Você receberá um código de verificação de seis dígitos por SMS que o WhatsApp lê e faz o login automaticamente. Assim que você fizer o login, o hacker será automaticamente desconectado da sua conta.

Mas, caso o hacker ative a verificação em duas etapas após obter acesso à sua conta do WhatsApp, você será solicitado a inserir esse código. Nesse caso, você terá que esperar sete dias para recuperar sua conta. Assim, enquanto você espera pela recuperação da conta, o hacker não pode mais acessar sua conta.

> 8 dicas para evitar golpes de WhatsApp

Mas, como posso saber se o WhatsApp está sendo espiado mesmo?

Se estiver sendo espionado ou usado por alguém na forma de clone, você receberá várias indicações. Se algum aplicativo de fundo estiver sendo executado, nesse ponto você verá coisas repentinas acontecendo em seu telefone. Por exemplo:

1. Sua bateria começará a descarregar muito rapidamente, está se esgotando tão rápido que demonstra que alguns aplicativos estão sendo executados em segundo plano. Esses aplicativos podem ser aqueles que você instalou de fontes desconhecidas, e que podem invadir suas contas sociais e este é um sinal claro.

2. Outra indicação é que seu telefone irá criar ruídos ou campainhas estranhas sem motivo. Seu telefone pode vibrar mesmo quando nenhuma notificação está chegando ao seu dispositivo. Isso também é um sinal de que seu app está a caminho de ser espionado e que o procedimento está em andamento.

3. Se você vir que o WhatsApp trava com frequência. Se alguém estiver espionando, você poderá notar que seu telefone, especialmente o app, ficará mais lento do que nunca. Isso acontece devido ao uso excessivo de RAM para esse aplicativo específico.

4. Seu telefone vai esquentar desnecessariamente. Se você notar que seu dispositivo está esquentando muito rapidamente em comparação com a última vez e também esquenta mesmo quando a tela está desligada. A melhor opção é formatar seu dispositivo imediatamente ou desinstalar todos os aplicativos desconhecidos se você não tiver certeza de onde está acontecendo.

Se você notar que sua conta já está sendo hackeada e clonada, acontecendo com frequência, você pode seguir todos estes passos anteriores e o problema será totalmente resolvido. Apenas aja de acordo com esses métodos, conforme descrevemos.

Portanto, você deve estar mais atento ao usar o WhatsApp a partir de agora!

Fique seguro!

Colunistas