nsc
dc

CPI DA COVID

Bolsonaro sabia de ineficácia da cloroquina contra Covid-19 desde agosto

Deputada enviou à CPI documentos que provam que autoridades brasileiras sabiam da ineficácia do medicamento

18/06/2021 - 10h10 - Atualizada em: 18/06/2021 - 14h35

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Jair Bolsonaro defende o uso da cloroquina para tratar a Covid-19
Jair Bolsonaro defende o uso da cloroquina para tratar a Covid-19
(Foto: )

A deputada Fernanda Melchionna (PSol-RS) enviou à CPI da Covid documentos que provam que autoridades brasileiras sabiam, desde agosto, que as pesquisas sobre o uso da cloroquina como tratamento para o coronavírus tinham sido paralisadas por ausência de evidências sobre a eficácia.

> Acesse para receber notícias de Santa Catarina por WhatsApp

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a parlamentar submeteu à CPI um telegrama enviado ao governo federal em 24 de agosto de 2020 no qual a Missão Permanente do Brasil junto à Organização das Nações Unidas informa que a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) falou sobre a ineficácia da cloroquina durante uma conferência.

> Defensora da cloroquina, Nise Yamaguchi disse à NSC que aconselhou Bolsonaro

Outro telegrama enviado pela deputada à CPI sugere que houve atraso do governo federal para criar condições legais que permitissem ao Brasil comprar vacinas do consórcio internacional Covax Facility.

Veja mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total

Leia também

Bolsonaro e ministros participam de festa com pagode em Brasília

Lázaro, assassino em série de Goiás, deixou carta em esconderijo; veja trechos

Jornalista deixa quadro com Alexandre Garcia na CNN Brasil por conta de fake news

Pis/Pasep 2021 está disponível para saque até 30 de junho

Colunistas