nsc
    santa

    Violência

    Homem morre baleado após agredir mulher com facão em Navegantes

    Polícia foi acionada e tentou controlar o agressor antes de atirar contra o homem

    01/01/2021 - 07h22 - Atualizada em: 01/01/2021 - 07h29

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Vítima teve corte profundo na perna, mas passa bem
    Vítima teve corte profundo na perna, mas passa bem
    (Foto: )

    Um homem de 30 anos morreu baleado após ferir a companheira com golpes de facão no final da tarde dessa quinta-feira (31), em Navegantes. A mulher, de 19 anos, precisou ser socorrida ao hospital para tratar os ferimentos, mas passa bem. O fato ocorreu na rua Thomé José da Ventura, no bairro São Paulo. 

    > Filho é suspeito de matar mãe e irmã em Lages, na Serra catarinense

    Segundo informações da Polícia Militar, uma guarnição se dirigiu até o endereço para atendimento de uma ocorrência de violência doméstica. Quando os policiais chegaram, o agressor estava descontrolado e agredia a mulher com golpes de facão. 

    A polícia pediu ao agressor, no primeiro momento, para que entregasse a faca. O pedido não foi atendindo. A mãe do agressor, ainda segundo a PM, também estava no local e tentava acalmar o filho. 

    Ainda nervoso e sem se intimidar com a presença da polícia, o homem continuou com as agressões contra a companheira, até que ela foi atingida com gravidade na perna esquerda. 

    Mulher é mantida em cárcere privado por quatro meses em Campo Alegre

    Para tentar conter o agressor, a polícia desferiu disparos de uma munição menos letal que a bala de borracha (elastômero), mas julgou não ser suficiente para parar o homem, que investia contra a mulher e os policiais. Então, a guarnição disparou tiros de arma de fogo e o atingiu na região do peito. 

    Conheça o passo a passo do atendimento às vítimas de violência doméstica nas Dpcamis

    > Receba todas as notícias do Santa no seu WhatsApp.

    O socorro foi acionado para atender o ferido, mas quando os bombeiros militares chegaram ao local, o homem já estava morto. Segundo a polícia, ele tinha antecedentes por violência doméstica contra a própria mãe, porte ilegal de arma de fogo e disparo de arma efetuado contra policiais alguns anos atrás. 

    O Instituto Geral de Perícias (IGP) e a Polícia Civil estiveram no local para finalizar a ocorrência. 

    Leia também

    Homem confessa ter matado ex-companheira em Jaraguá do Sul na noite de Natal

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas