nsc
dc

Tragédia

Jovem morre com tiro na cabeça após suposta 'roleta-russa' no Sul de SC, aponta polícia

Vítima estava em um sítio com amigos, em Pedras Grandes, quando o disparo aconteceu

05/04/2021 - 16h13 - Atualizada em: 05/04/2021 - 18h32

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Lucas Speck Rodrigues era morador do Morro da Fumaça
Lucas Speck Rodrigues era morador de Morro da Fumaça
(Foto: )

Um jovem de 23 anos, identificado como Lucas Speck Rodrigues, morreu na noite de domingo (4) em Pedras Grandes, no Sul de SC, após levar um tiro na cabeça. Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que ele tenha participado de uma brincadeira de 'roleta- russa'.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

Conforme a polícia, o jovem, morador do Morro da Fumaça, estava em um sítio com amigos em Pedras Grandes, quando o disparo com arma de fogo aconteceu. Ele foi levado ao Hospital São José, de Criciúma, por dois amigos, mas chegou ao local já sem vida.

Um dos amigos teria dito que o jovem disparou a arma de forma acidental, mas a Polícia Civil investiga a possibilidade de a vítima ter participado de uma 'roleta-russa', brincadeira em que os participantes deixam uma única bala no tambor de um revólver, posicionam esta arma contra si ou contra outra pessoa e apertam o gatilho sem saber se a bala será disparada ou não.

> Adolescente de 17 anos é raptada e estuprada a caminho de casa em Criciúma

> Auxílio Emergencial 2021 negado? Saiba o que fazer

Segundo o delegado que investiga o caso, Gabriel Luiz Marcondes, as duas pessoas que deixaram o jovem no hospital ainda não foram identificadas, por isso, a arma usada não foi apreendida. O caso está sendo investigado como "induzimento ou instigação ao suicídio com resultado morte".

— As diligências terão o intuito de identificar as testemunhas e suspeitos do fato, inclusive, para identificar eventual crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo supostamente cometido por quaisquer dos integrantes da confraternização que resultou na morte da vítima — disse o delegado.

Um inquérito policial foi instaurado e caso seja comprovada a autoria do crime, os suspeitos poderão ser condenados a uma pena de 2 a 6 anos de prisão.

Leia também:

Vídeo flagra festa com aglomeração em hostel de Imbituba

Motorista atropela, arrasta e mata mulher após discussão em Laguna

Casal que fez sexo em público no Caixa d’Aço depõe e pede desculpas

Vídeo: após amputar braço, campeão de motocross morre em novo acidente

Colunistas