nsc
dc

Midia

Lula promete regular meios de comunicação, se for eleito em 2022

Ex-presidente disse ter identificado "setores da imprensa que não querem que ele seja candidato"

26/08/2021 - 09h25 - Atualizada em: 26/08/2021 - 14h09

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva
Ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva
(Foto: )

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, nesta quinta-feira (26), que, se for eleito presidente, “vai regular os meios de comunicação”. Em entrevista ao jornal Bahia no Ar, da rádio Metrópole FM, Lula disse que já observa setores da imprensa que não querem que ele seja candidato e apontou essa intenção como motivo das críticas.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

“Estou conversando com muita gente, leio muita coisa, estou ouvindo muito desaforo. Tem setores da imprensa que não querem que eu seja candidato. Porque se eu voltar, vou regular os meios de comunicação deste país”, prometeu o ex-presidente que é o candidato do PT à corrida eleitoral de 2022.

Lula disse que a proposta inclui até a internet e ressalvou que não se trata de censura. “A gente não pode ficar com a regulamentação de 1962. Não é possível”, disse.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

*Luciana Lima

Leia também 

Sérgio Reis é internado em hospital de SP após polêmica por áudio vazado

Pacheco recusa pedido de impeachment feito por Bolsonaro contra Moraes

MP denuncia 14 pessoas pela compra dos 200 respiradores em SC

Intervalo de vacinas da Pfizer e Astrazeneca será reduzido para 8 semanas, diz Queiroga

Colunistas