O casal Pamela e Hélder Baccin, moradores de Joinville, viveram um momento raro ao ver o nascimento de Laura, uma de suas filhas gêmeas. A menina nasceu de parto empelicado, que é quando o bebê nasce sem romper a bolsa do líquido amniótico. Casos como esse acontecem a cada 80 mil nascimentos. Para a mãe, a situação explica “o milagre da vida”. 

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O caso aconteceu no fim de maio, no Hospital Dona Helena. Maitê veio primeiro, às 23h46min, chorando e de braços abertos. Segundos depois era a vez de Laura vir ao mundo. Porém, após o parto Pamela conta que ouviu a médica Rafaela Grechi Traebert citar, em voz baixa, que se tratava de um parto empelicado. 

— Foi mágico na sala. Ela pediu para baixar o pano e deixou eu ver. Quando vi, a emoção tomou conta de todo mundo. É como se Deus chegasse ali naquele momento e mostrasse o milagre da vida — conta. 

De acordo com ela, ver a filha dentro da bolsa foi uma experiência surreal e com emoção incontrolável. 

Continua depois da publicidade

— Foi o lugar em que o meu corpo alimentou o dela. Momento marcante na vida de todos — celebra. 

Pamela com a equipe médica e uma arte representando o parto (Foto: Jessica Coradi – Contrast Fotografia)

Em caso raro, mulher dá à luz gêmeo empelicado em Blumenau

A médica conta que Pamela estava grávida de gêmeas há 34 semanas e comemora o fato de conseguir fazer um parto empelicado, o que é raro. 

— Parto empelicado acontece aproximadamente um a cada 80 mil nascimentos. É muito difícil a gente conseguir fazer que o bebê nasça sem romper a bolsa — explica. 

Continua depois da publicidade

Para isso, conforme a médica, é necessário extrema cautela na hora da retirada da criança e, mesmo assim, na maioria das vezes a bolsa acaba se rompendo. 

Após o episódio emocionante, Pamela destaca a chegada das duas novas filhas e a harmonia familiar, junto com o marido e a outra filha, Helena, de 1 ano. 

— Uma grande família de cinco pessoas, com o coração grato e cheio de amor assim por tudo — finaliza.

Parto empelicado: descubra o que é e como acontece

Pamela com o marido Hélder e as três filhas: Maitê, Laura e Helena (Foto: Jessica Coradi – Contrast Fotografia)

Leia também

Anunciado há 100 dias, repasse para hospital de Joinville terá “mudança de rota”

Continua depois da publicidade

Agilidade em documentação para imigrantes é tema de discussão na Câmara de Joinville

Por que prédio comprado e nunca usado pela prefeitura de Joinville passa por demolição

Destaques do NSC Total