nsc
santa

Tragédia no Vale

Sobe para 14 o número de mortos em temporal no Vale do Itajaí; 8 pessoas seguem desaparecidas

Mais uma morte na cidade de Presidente Getúlio foi confirmada pela Defesa Civil nesta sexta-feira (18)

18/12/2020 - 10h52 - Atualizada em: 18/12/2020 - 17h27

Compartilhe

Por Guilherme Simon
Enxurrada em Presidente Getúlio
Bombeiros fazem buscas por vítimas em Presidente Getúlio, cidade mais afetada pelo temporal
(Foto: )

Subiu para 14 o número de mortes confirmadas no temporal que atingiu o Vale do Itajaí entre a noite desta quarta (16) e a madrugada de quinta-feira (17), segundo informe da Defesa Civil estadual divulgado por volta das 18h desta sexta (18). A nova morte confirmada foi em Presidente Getúlio, após as equipes encontrarem o corpo de uma mulher de 27 anos. Ela era da mesma família que já havia perdido outras seis pessoas na tragédia.

> Mulher perde nove familiares na Tragédia de Presidente Getúlio: "um pedaço de mim foi embora"

Conforme o órgão, até o momento são 12 mortes confirmadas em Presidente Getúlio, uma em Ibirama e uma em Rio do Sul, e oito desaparecidos, sete em Presidente Getúlio e um em Rio do Sul. Equipes do Corpo de Bombeiros seguem em busca de vítimas. Doze dos 14 mortos já tiveram a identidade divulgada pelo Instituto Geral de Perícias (IGP).

Ainda de acordo com o informe da Defesa Civil, há 284 pessoas desalojadas e 199 desabrigadas em cinco cidades catarinenses: Presidente Getúlio, Ibirama, Rio do Sul e Lontras, no Vale do Itajaí, e Siderópolis, no Sul do Estado. O maior número de pessoas afetadas está em Presidente Getúlio, que tem 147 desabrigados e 137 desalojados.

A chuva intensa que atingiu Santa Catarina entre esta quarta (16) e quinta-feira (17) deixou um rastro de destruição no Vale do Itajaí. A cidade de Presidente Getúlio foi a mais afetada. O prefeito, Nelson Virtuoso (MDB), decretou estado de calamidade pública.

De acordo com a Defesa Civil, a forte enxurrada foi provocada por 120 milímetros de chuva em um espaço de apenas seis horas — entre as 22h de quarta e as 4h da madrugada desta quinta, o que provocou deslizamentos e uma enxurrada de água e detritos. 

> Sobreviventes relatam gritos de socorro e pessoas arrastadas pelas águas em Presidente Getúlio

O governo de Santa Catarina informou nesta sexta que cerca de cinco mil itens de assistência humanitária da Defesa Civil estão sendo distribuídos na região. Além disso, abrigos permanecem abertos em Ibirama, Rio do Sul e Presidente Getúlio.

A Defesa Civil mantém alerta de risco alto de deslizamentos nos municípios do Alto Vale para os próximos dias. A previsão é que o tempo na região siga instável.

Colunistas