nsc
an

Pandemia

Mortes por Covid-19 em Joinville voltam a crescer em agosto após quatro meses em queda

Mês terminou com 111 vítimas, um aumento de 23% em relação a julho

02/09/2021 - 16h44 - Atualizada em: 02/09/2021 - 18h23

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Paciente com Covid em leito de hospital
Número de mortes por coronavírus voltou a subir em Joinville
(Foto: )

O número de mortes por Covid-19 em Joinville voltou a crescer após quatro meses em queda. Segundo os dados do governo do Estado, em agosto a maior cidade de SC registrou 111 óbitos de pessoas por complicações da doença, interrompendo uma tendência de recuo nas mortes, iniciada em abril.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Naquele mês, Joinville teve 264 mortes por Covid, representando uma queda de 16% em relação à março, quando a cidade viveu o pior momento da pandemia e registrou 315 óbitos.

A redução no número de mortes se manteve em maio, com 163 vítimas. Em junho, 108 pessoas morreram por causa da doença. Já em julho, foram 90 óbitos. Porém, agosto finalizou com um aumento de 23% em relação ao mês anterior.

Foram 111 mortes, representando uma média diária de 3,5 óbitos por Covid-19. Isso fez de agosto um dos meses com maior número de mortes desde o início da pandemia em Joinville.

A maioria das vítimas de Covid em agosto tinha 60 anos ou mais. Foram 68 pessoas que morreram dentro desta faixa etária na cidade, enquanto 41 vítimas tinham menos de 59 anos. Em relação ao gênero, as mortes foram de 67 homens e 44 mulheres.

Ocupação de leitos de UTI não tem recuo

Nesta semana, o colunista Jefferson Saavedra antecipou que o município vai renovar o convênio com o Hospital Bethesda para manter a oferta de leitos de UTI para Covid pelo SUS. Atualmente, são 110 em operação em três hospitais públicos.

A renovação acontece porque não houve recuo nas internações em UTI na cidade em agosto. Nos meses anteriores havia sido registrada diminuição, após o período de maior agravamento entre março e abril.

> Joinville alcança 92% da população adulta com primeira dose da vacina contra Covid

No final de abril, a cidade teve 187 pessoas internadas em UTI pública ou privada devido à Covid, além de fila de espera por leitos. Houve queda nos meses seguintes e julho terminou com 130 pessoas em atendimento na terapia intensiva. Já em agosto, a ocupação voltou a crescer, chegando a 159 pacientes.

Nos dados atualizados pelo município na última quarta-feira (1), os leitos de UTI da rede pública estavam com ocupação de 95%. Eram 105 pacientes diagnosticados com Covid internados nos hospitais. Já na rede privada, a ocupação era de 81%, com 64 dos 79 leitos ocupados.

Leia também:

É falso e-mail com convite para dose extra da vacina contra Covid-19 em Joinville

Por que Adriano Silva não concorda com “passaporte de vacinação” e outras exigências​​

​Empresa é proibida de distribuir ivermectina para funcionários em Jaraguá do Sul

Prefeitura de Joinville vai comprar e demolir prédio às margens do rio Cachoeira

Ladrões agridem mulher, roubam carro e atiram em supermercado de Joinville

Dono de restaurante detalha incêndio em Pirabeiraba: “20 anos de história em cinzas”

Colunistas