nsc
dc

Economia

MP para redução de jornada e salário na pandemia é aprovada na Câmara

Com muitos "jabutis" no relatório final, a MP 1.045 se transformou em uma "minirreforma trabalhista". Texto será analisado pelo Senado

10/08/2021 - 19h12 - Atualizada em: 10/08/2021 - 19h14

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
carteira de trabalho
MP para redução de jornada e salário na pandemia é aprovada na Câmara
(Foto: )

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (10), por 304 votos a 133, o texto-base da Medida Provisória n° 1.045, editada no final de abril, que institui o novo programa nacional de manutenção do emprego e da renda. Os destaques – que podem alterar o texto – serão analisados nesta quarta-feira (11). A decisão antecedeu a apreciação da PEC do Voto Impresso, principal expectativa do dia

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Distritão, voto impresso, volta das coligações: o que está em jogo na reforma política

A proposta autoriza a suspensão de contratos e redução da jornada de trabalho, com redução salarial, e foi apresentada como forma de ajudar as empresas durante a pandemia – e pode ser renovada. A votação da MP foi comandada pelo vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM).

No entanto, durante o trâmite na Câmara, várias matérias alheias ao objeto da medida foram incorporadas – os chamados “jabutis” – no relatório final do deputado Christino Áureo (PP-RJ) e transformaram a MP 1.045 em uma “minirreforma trabalhista”, ampliando a precarização do trabalho.

DC Explica o voto auditável na urna:

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total

Leia mais

Bolsonaro e ministros assistem a desfile de tanques no dia de votação da PEC do voto impresso

Opinião: Desfile de blindados em Brasília polui o ar com cheiro de golpe

Aziz chama desfile de tanques com Bolsonaro de 'cena patética' e 'golpista'

Voto impresso: veja como funciona e entenda a polêmica

Deputados de SC votarão em peso a favor do voto impresso

"TromPetista" é preso durante desfile de tanques em Brasília

Site omite que pesquisa com vantagem para Bolsonaro foi feita apenas em SC

Checamos: vídeo não prova fraude nas eleições com urna eletrônica em 2014

Colunistas