nsc
    an

    Saúde

    "Não hesitaremos em adotar medidas restritivas adicionais", diz Udo Döhler

    Prefeito de Joinville admitiu estar muito preocupado com avanço do coronavírus

    10/07/2020 - 07h39

    Compartilhe

    Hassan
    Por Hassan Farias
    Prefeito Udo Döhler, de Joinville
    Prefeito Udo Döhler, de Joinville
    (Foto: )

    O prefeito Udo Döhler garantiu que o município tomará medidas ainda mais restritivas caso a população não cumpra as regras atuais de combate ao coronavírus em Joinville. Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, da NSC TV, na manhã desta sexta-feira (10), ele admitiu que está muito preocupado com o avanço da propagação do vírus pela cidade.

    Segundo a última atualização do governo do Estado, Joinville tem mais de 3 mil casos confirmados de coronavírus e 50 mortes de pacientes com diagnóstico de Covid-19. Além disso, a cidade atingiu nesta semana a ocupação máxima nos leitos públicos de UTI exclusivos para a doença. Isso fez com que o município anunciasse medidas restritivas que começam a vigorar neste sábado.

    - É essencial que essas medidas sejam rigorosamente cumpridas. Se isso não acontecer, não hesitaremos em adotar medidas restritivas adicionais. O que seria muito ruim porque precisamos buscar esse equilíbrio entre a saúde e a economia do município - afirmou o prefeito.

    Udo Döhler explicou que as medidas são por tempo indeterminado, mas a expectativa é de que em três semanas já possa haver uma nova flexibilização. Segundo ele, é o tempo para que as temperaturas voltem a subir e aconteça a redução na procura por atendimento hospitalar.

    - Estamos seguros de que a popuçação vai dar sua contribuição e haveremos de chegar em agosto com medidas menos restritivas - apontou.

    > VÍDEO: idosa desrespeita decreto e força entrada em shopping de Joinville para almoçar

    O prefeito também destacou que a procura por atendimento na rede de saúde deve crescer ao longo do mês. Atualmente, são 91 leitos de UTI exclusivos para Covid-19 em Joinville, porém o município já está trabalhando para aumentar a oferta.

    O Hospital Regional Hans Dieter Schmidt deve ativar mais 20 leitos ainda em julho, de acordo com Udo. Além disso, o prefeito disse que, se houver a necessidade, o município está preparado para buscar leitos semi intensivos de UTI para atender à demanda.

    ​> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas