nsc
nsc

Ação social

"O bem precisa ser propagado", afirma fundador do Instituto Fernando Reichert

A instituição está buscando novas entidades e parceiros que precisam de apoio, a fim de criar uma corrente de solidariedade

18/05/2022 - 13h33 - Atualizada em: 18/05/2022 - 13h45

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
O IFR irá doar ao longo dos próximos meses 3,5 toneladas de alimentos para ONGs
O IFR irá doar ao longo dos próximos meses 3,5 toneladas de alimentos para ONGs
(Foto: )

As contribuições sociais sempre fizeram parte da rotina de trabalho dos irmãos e sócios da Free Multiagência, Roberto e Romeu Reichert. Os ensinamentos recebidos de seu pai, Fernando Reichert, culminaram desde muito cedo em ações de amparo a instituições e famílias carentes.

— Deus sempre foi generoso com a gente e sempre fomos ensinados pelos nossos pais a ajudar ao próximo — explica Romeu.

No início, quando os irmãos ainda prestavam serviços na área gráfica para agências de publicidade, as contribuições eram modestas. Mas as ações sociais cresceram e se tornaram frequentes a medida em que a Free Multiagência tomou corpo e conquistou o mercado da publicidade e propaganda com o desenvolvimento profissional dos irmãos ao longo de 35 anos de muito trabalho.

— As vezes ajudava sozinho, ou ao lado do meu irmão, ou envolvia os grupos de amigos, mas sempre que descobríamos alguma história, alguma família necessitando de ajuda, dávamos um jeito de ajudar — conta Roberto Reichert.

> Como otimizar sua comunicação e vencer a concorrência?

Com saudosismo e alegria, Romeu relembra uma dessas ações marcantes que se misturam com a trajetória de sucesso da agência.

— Nosso primeiro grande cliente era uma fábrica de brinquedos que entrou em concordata e recebemos o pagamento em instrumentos musicais que utilizamos para uma grande ação social com crianças carentes.

A fábrica em questão representava quase 50% do faturamento da agência, mas na semana seguinte à ação social, outro grande cliente bateu na porta da agência.

Cada vez que fechava uma porta, abria outra ainda maior. Então, Deus sempre foi muito generoso com a gente — relembra Romeu.

Roberto e Romeu Reichert
Irmãos e sócios da Free Multiagência, Roberto e Romeu Reichert
(Foto: )

Ao longo dos 35 anos, a Free Multiagência precisou encarar desafios e o Instituto Fernando Reichert foi um deles, ao surgir dolorosamente, mas de forma natural como um legado da família, após a partida repentina do pai de Romeu e Roberto, vítima de complicações decorrentes da Covid-19 em fevereiro de 2022. A própria equipe de criação da Free Multiagência sugeriu o nome e desenvolveu o logotipo da instituição sem fins lucrativos voltada para ações sociais.

— Eles já vieram com tudo pronto, fomos surpreendidos com tamanho envolvimento. A nossa equipe conseguiu fazer com o que o nosso pai esteja presente no coração e em cada ação que será feita — contam os irmãos com os olhos marejados.

Intensa, a vertente social da Free Multiagência e dos irmãos Reichert ganhou nome, formato e inspiração, como uma maneira de disseminar boas ações e servir de exemplo para outras empresas.

— Ao longo de 35 anos nunca exploramos isso, mas percebemos que estava na hora de propagar o bem, porque o mal faz mais propaganda que o bem.

Romeu, que foi um dos padrinhos da Rede Feminina de Combate ao Câncer e produz de forma voluntária e gratuita as campanhas da entidade nos últimos 10 anos

— Acho isso ainda muito pouco, mas estamos construindo o nosso legado — comenta.

O Instituto Fernando Reichert será uma vitrine do bem. Ao longo dos últimos 35 anos as ações foram realizadas isoladamente e agora a empresa passa a operar não apenas como articuladora, mas também buscando novos parceiros e entidades que precisem de apoio.

— Neste primeiro momento, estamos usando nossa rede para reunir aqueles que têm sinergia com nosso propósito, apresentar algumas ações que já desenvolvemos e, também, conhecer novos projetos e descobrir novos caminhos para ajudá-los. Na sequência, mais uma vez, vamos usar do papel para colocar em prática um sonho, que para nós, é uma forma de reconhecermos todo apoio que recebemos de nossos pais: a criação de um instituto social — pontua Romeu.

Algumas ações já começam a integrar o IFR, como a continuidade das contribuições às famílias em necessidade, além da doação de 3,5 toneladas de alimentos ao longo dos próximos meses para as ONGs Casa da Esperança, Casa Santa Ana e Instituto Família Feliz.  A páscoa será mais doce com a doação de mais de 50 cestas com doces e também cestas básicas para duas entidades da cidade de Blumenau.

> 4 dados importantes para impulsionar seu negócio

Articulação com entidades e sociedade

Uma das missões do instituto será a interlocução entre entidades e sociedade. Para isso, está sendo elaborado um cadastro de ongs e de famílias em situação de vulnerabilidade, bem como projetos que dialoguem com os propósitos do IFR, visando não apenas organizar os repasses e necessidades, mas para também buscar novos parceiros para os projetos.

— Sozinhos já estamos fazendo diferença. Imagina quando pudermos unir forças? Esse sonho materializa todo o legado de nosso pai. Já estamos compartilhando o projeto com amigos, família e com nossos clientes, ampliando essa rede de solidariedade. O bem precisa ser propagado e fazendo aquilo que fazemos de melhor, com excelência, usando a comunicação social para a transformação social — finaliza Roberto Reichert.

Quer ficar por dentro das ações do IFR? Acesse o site da Free multiagência.

Leia também

SC tem o segundo melhor saldo de empregos do Brasil

5 conteúdos essenciais para quem quer conquistar o consumidor

Veja dados essenciais para entender o consumidor em Santa Catarina

Colunistas