nsc
nsc

De inverno a verão

O que fazer em Urupema: um guia para todas as estações do ano

Da revoada do papagaio-charão à florada da maçã, a cidade mais fria do país oferece atrativos turísticos em todas as estações do ano

28/07/2021 - 13h51

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Apesar de ser mais movimentada durante o inverno, Urupema é uma cidade turística em todas as estações do ano.
Apesar de ser mais movimentada durante o inverno, Urupema é uma cidade turística em todas as estações do ano.
(Foto: )

Emancipada em 1988, Urupema é um município serrano bastante jovem, mas muito procurada por turistas que estão querendo fugir do ritmo agitado dos grandes centros ou à procura da neve. Com o título de cidade mais fria do país, os atrativos de Urupema durante o inverno são inegáveis: cascata que congela, observação de trutas, vinhedos e paisagens de tirar o fôlego. O que nem todo mundo sabe, no entanto, é que quando o inverno acaba, Urupema continua encantadora.

> Neve em SC no meio da tarde surpreende turistas em Urupema: "Lindo e emocionante"

Em setembro, quando chega a primavera, começa a florada da maçã, um show de aromas e cores. No verão, Urupema é o destino ideal para turistas que querem fugir do agito da alta temporada do litoral. No outono, uma revoada com mais de 20 mil papagaios-charão sai da região do Planalto médio e da Serra do Sudeste, no Rio Grande do Sul, em busca dos pinhões de Urupema.

Confira o que fazer em Urupema em todas as estações do ano

Urupema no Inverno: de junho a setembro

No inverno, a região serrana de Santa Catarina vive o auge da temporada turística. Com frio intenso, neve, geada e sincelo, Urupema é uma das protagonistas desse espetáculo de belezas e fenômenos naturais.

> Inverno chegou: alta temporada na Serra Catarinense

O ecoturismo, que se preocupa em não degradar o espaço natural, vem caindo no gosto de quem viaja em família. Especialmente durante a pandemia, já que a modalidade turística combina a possibilidade de viagens para locais abertos e de pouca aglomeração. Nesse contexto, o município de Urupema se destaca pela cobertura vacinal: hoje, dos quase 2.500 habitantes, 62% já estão contemplados com a primeira dose.

Urupema é considerada a cidade mais fria do país, sendo um dos poucos municípios do Brasil que registram neve
Urupema é considerada a cidade mais fria do país, sendo um dos poucos municípios do Brasil que registram neve
(Foto: )

Em julho de 2021, Urupema registrou neve por três dias consecutivos, algo que não ocorria desde 2000. Se a tendência se mantiver, podemos esperar por mais frio. De acordo com a Prefeitura, os recordes de temperaturas negativas estão acontecendo em agosto, não mais em julho. Em 2019, por exemplo, a temperatura de - 9,3ºC foi registrada em agosto.

Todo esse frio, em um cenário de belezas naturais, é a receita perfeita para o turismo, com destaque para a ocorrência de fenômenos naturais incomuns em outras regiões do país, como o sincelo. Para que o sincelo ocorra, a temperatura precisa estar suficientemente baixa, a ponto de congelar a neblina quando ela toca a vegetação. Com isso, as árvores e arbustos ficam congelados, cobertos por camadas de gelo.

Sincelo em Urupema
O sincelo é um fenômeno natural raro, que exige temperaturas abaixo de zero.
(Foto: )

Para viver esse fenômeno, muitas pessoas visitam o Morro das Torres, um dos pontos mais altos do estado. De uma altitude que chega a 1.750 metros, mas a apenas 7 km do centro da cidade, é possível contemplar a vista panorâmica do município. Outra grande atração nesta estação é a cascata que congela, uma queda d’água de 13 metros, perfeita para belas fotografias.

A cascata que congela fica próxima à entrada para o Morro das Torres
A cascata que congela fica próxima à entrada para o Morro das Torres
(Foto: )

Segundo a Prefeitura, durante a alta temporada de inverno, a cidade chegou a receber mais de 500 hóspedes na mesma noite, o que representa 20% de toda a população local. Hoje, a cidade conta com 220 leitos, distribuídos entre 22 hospedagens e com previsão de expansão. Para a acomodação dessa quantidade de pessoas, foram criados os “cama-cafés” (termo que vem do inglês, bed & breakfast). Por meio deles, algumas famílias abrem as portas das suas casas para receberem visitantes, com quartos e banheiros individuais limpos e organizados. Ainda assim, durante a alta temporada, é recomendado fazer a reserva com antecedência.

Urupema na Primavera: de setembro a dezembro

Na primavera, acontece a florada da maçã, etapa que antecede a colheita do fruto. Nesse período, as flores atraem as abelhas, que vão fazer a polinização. Esse processo vai conferir a coloração avermelhada das maçãs, fazendo com que tenham um aspecto saudável. Por isso, quem visita a cidade nesta época do ano, se encanta com a beleza dos pomares e com os aromas das flores.

 A florada da maçã é um fenômeno que chama atenção por sua beleza e aroma.
A florada da maçã é um fenômeno que chama atenção por sua beleza e aroma.
(Foto: )

Urupema no Verão: de dezembro a março.

Se no inverno a cidade é marcada pelo frio intenso, no verão, o clima é ameno, os campos estão verdes e há fartura na agricultura. Outro atrativo do verão é a possibilidade de fugir da alta temporada e do calor do litoral. A cidade tem pouco trânsito e índices de violência tão baixos, que muitas casas não têm nem grades. Nesse momento, o clima é perfeito para descobrir as trilhas da região.

> Conheça a história de 3 pratos de pinhão e aprenda a fazer em casa

Para isso, em parceria com o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), o município apresenta o projeto Pelas Trilhas Contos e Sabores de Urupema. Por meio dele, quem visita a cidade pode contar com a orientação de Condutores Ambientais licenciados pelo IFSC, que vão acompanhar o passeio e compartilhar detalhes curiosos sobre a história de cada um dos pontos turísticos. Além disso, são responsáveis por indicar o proceder das visitações de propriedade privada.

Integrante do projeto Trilhas e Sabores, uma das trilhas mais procuradas é a trilha da Cachoeira das Contendas, que está a 13 km da praça central, tem extensão de 600 metros e dura 15 minutos. Ela é ideal para quem quer ter um contato mais aproximado com a natureza, mas não tem muita experiência com trilhas. Outra trilha famosa é a do Morro do Combate, que está a 11 km da praça central, tem 1,2 km de extensão e dura 40 minutos, uma opção intermediária.

Além disso, é possível visitar as fazendas locais e provar algumas delícias da serra, como o queijo serrano, a rosca de coalhada e outros produtos locais. A mais antiga é a Fazenda do Barreiro, que foi fundada em 1782 por José Joaquim de Pereira, e aberta ao público em 1986. Lá, é possível fazer trilhas, pescaria, provar a gastronomia local e conhecer mais sobre a história do município e da serra catarinense.

Urupema no Outono: de março a junho

Entre março e junho, Urupema é palco de um fenômeno que atrai turistas internacionais, como França, Alemanha, Estados Unidos e outros países. No outono, quando o pinhão começa a amadurecer, uma revoada de mais de 20 mil papagaios de altitude vêm do Rio Grande do Sul, e fazem morada em Urupema até o começo de julho.

Papagaio-charão é uma espécie ameaçada de extinção
Papagaio-charão é uma espécie ameaçada de extinção
(Foto: )

Para comemorar esse evento, foram criados os festivais do Papagaio Charão e o do Papagaio-do-Peito-Roxo. Essas duas espécies, que estão ameaçadas de extinção, fazem a revoada entre o início da manhã e fim da tarde. Quem visita a cidade nessa época do ano pode fazer birdwatching, observação de pássaros.

Turismo em Urupema tem atrativos para o ano todo

Perto de diversas outras cidades, Urupema está no centro do turismo rural da Serra catarinense. Além da segurança, turismo familiar e ecológico, a cidade conta com algumas atrações que estão disponíveis o ano todo.

> Atividades esportivas para praticar no inverno serrano

No centro da cidade, está localizada a praça central de Urupema, a Manoel Pinto de Arruda. Lá, há Wi-Fi gratuito, a Casa do Turista e o projeto Mulheres Mais, onde habitantes locais vendem produtos da gastronomia regional, como a rosca de coalhada e bijajica.

 No centro da cidade, há um lago onde os visitantes podem fazer observação de trutas, com destaque para a Truta Arco-Íris.
No centro da cidade, há um lago onde os visitantes podem fazer observação de trutas, com destaque para a Truta Arco-Íris.
(Foto: )

Por fim, ainda no centro, também estão localizadas a Igreja Matriz e a Casa da Cultura, que conta a história da cidade, e a farmácia de fitoterápicos que oferece remédios gratuitos, à disposição de todos que passarem por lá.

A pequena cidade de Urupema, é o destino ideal para quem busca tranquilidade, simplicidade e contato com a natureza em todas as estações. Seja no outono, inverno, primavera ou verão, Urupema encanta com suas belezas naturais, cultura e hospitalidade. Acesse o site da Prefeitura de Urupema para ler mais sobre o município.

Saiba mais sobre a Serra Catarinense no canal Descubra a Serra.

Leia também

Serra Catarinense: conheça 5 cidades para visitar no inverno

Conheça receitas deliciosas para encarar o frio em Santa Catarina

Mariah Carey dá parabéns à skatista Rayssa, que fez as provas ao som da música dela

Colunistas