nsc
dc

Congelante

Serra Catarinense: conheça 5 cidades para visitar no inverno

Frio, vinho e lindas paisagens

29/06/2021 - 07h46

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
A neve cobriu São Joaquim, na Serra Catarinense, no inverno de 2013
A neve cobriu São Joaquim, na Serra Catarinense, no inverno de 2013
(Foto: )

A Serra Catarinense já apresenta termômetros marcando graus negativos e as madrugadas geladas atraem turistas em busca de belas paisagens, degustação de bons vinhos, bate-papos em volta da lareira de pousadas e hotéis e a perspectiva de fazer bonecos de neve numa das regiões mais frias do Brasil.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O inverno chegou e com ele as baixas temperaturas. Desde o dia 21 deste mês e até 22 de setembro, a estação mais fria do ano promete. Afinal, o outono de 2021 bateu recordes de temperaturas mínimas.

Algumas cidades da Serra Catarinense têm sim alta probabilidade de nevar. E são um convite irresistível para famílias e grupos de amigos que gostam de curtir juntos as delícias do inverno. 

A chegada da massa de ar polar traz também níveis de umidade mais elevados. É esta conjunção que promove a ocorrência de neve. O fenômeno meteorológico vem sendo cada vez mais comum na Serra Catarinense devido ao clima subtropical da região.

Serra Catarinense é um dos pontos mais altos do Estado
Serra Catarinense é um dos pontos mais altos do Estado
(Foto: )

Neste cenário gelado, São Joaquim, Lages, Bom Jardim da Serra, Urubici e Urupema são as cidades que se destacam por sua beleza natural. O caminho até lá, pela famosa Serra do Rio do Rastro também faz parte da lista de atrações. Subida e descidas íngreme e suas dezenas de curvas são de tirar o fôlego. E rendem imagens lindas e inesquecíveis.

Preparado? Não se esqueça dos cuidados e das restrições sanitárias devido à Pandemia do Coronavírus. Junte a eles, luvas, gorros, cachecóis, meias, jaquetas e calças mais quentes que você tiver. 

Faça suas reservas em uma das muitas pousadas que recebem visitantes nesta época do ano e boa viagem! A Serra Catarinense e o Planalto Sul de Santa Catarina esperam por você!

> Veja fotos de nevascas históricas pelo mundo

Confira as cidades para visitar na Serra Catarinense

São Joaquim

Quem procura a combinação de umidade com frio intenso, a condição favorável pra ocorrência da neve, precisa colocar no seu roteiro de viagem, a cidade de São Joaquim. Partindo de Florianópolis, a capital de Santa Catarina, pegando a SC-390 via Serra do Rio do Rastro, você terá que percorrer 271 km.

Vale a pena. São Joaquim dispõe de muitas árvores que chegam a congelar por causa das geadas, que são constantes por lá. Além desse presente da natureza, o enoturismo também faz parte do passeio. 

O município abriga várias vinícolas, onde se pode experimentar os chamados vinhos de altitude. E, ao mesmo tempo, degustar amostras de salames e queijos também produzidos na região. E que podem ser comprados como lembrança.

> Conheça receitas deliciosas para encarar o frio em Santa Catarina

Urupema

O monitoramento da ocorrência de neve, feito pelo EPAGRI em Santa Catarina, começou há 21 anos. De lá pra cá, vem registrando o fenômeno climático principalmente nas cidades mais altas da região. Urupema é a cidade com maior altitude do Estado, estando a 1425 metros acima do nível do mar.

A população de 2,4 mil habitantes aumenta nesta época do ano em consequência da chegada dos turistas ávidos pra conferir de perto a formação dos sincelos, que são o congelamento de gotas de água que ficam pendurados nos galhos das árvores. Isso ocorre, principalmente, no Morro das Antenas, quando há temperaturas negativas.

> Frio em Santa Catarina: saiba quais são as cidades mais geladas

Urubici

Uma das atrações desta cidade que abriga o parque Nacional de São Joaquim é a formação rochosa, que se estende no caminho até lá. No parque, os turistas podem visitar o Morro da Igreja e a Pedra Furada. A Serra do Corvo Branco também tem seu ponto mais alto em Urubici.

As cachoeiras, cavernas e cânions enriquecem a rota da natureza em Urubici. A cidade fica num vale plano, a 915 metros de altitude, rodeado de montanhas. Um espetáculo com belas atrações naturais.

Pra pegar frio, ver as geadas e até mesmo a neve, o ideal é visitar Urubici entre junho e agosto. Neste período do ano, as temperaturas podem chegar a - 5 graus. No alto das montanhas, ainda menos ainda. Brrr!

> Neve em Santa Catarina: quando acontece

Bom Jardim da Serra

Para chegar lá, saindo de Florianópolis e acessando a Serra do Rio do Rastro, são 228 km percorrendo parte na BR-101 e outra na SC-390. Bom Jardim da Serra é o primeiro município do topo da Serra.

Lá, o passeio imperdível é o Mirante da Serra do Rio do Rastro. A vista mais aberta, sem neblina, ocorre entre 11 e 15 horas. Dali é possível enxergar as curvas já percorridas e as do trajeto que você ainda terá pela frente. É um bom ponto também para repor as energias tomando um café quentinho.

Os amantes da natureza seguem até o mirante formando verdadeiras peregrinações feitas de carro, e moto e até de bicicleta.

> Frio forte e neve: o que os catarinenses podem esperar da previsão do tempo

Lages 

Outra cidade onde pode ocorrer a tão esperada neve neste mês de julho, com temperaturas podendo chegar a 7 graus negativos, é Lages, o maior município da Serra Catarinense. 

Considerada a terra dos tropeiros e berço do turismo rural com 150 mil habitantes, Lages é muito conhecida pela sua tradicional festa do Pinhão, comprometida pela Pandemia do Coronavírus

O evento que dura em média 10 dias atrai anualmente uma multidão atraída por diversas exposições e vários shows, além de claro, pela degustação do pinhão nas mais diversas receitas, entre elas sopas e purês. Há muitas fazendas demarcadas por taipas ou muros de pedras compondo um bonito cenário rural a serem visitadas.

> Neve em Santa Catarina: saiba em quais cidades é possível ver o fenômeno

Experimente as comidas típicas, as cavalgadas e o fogo de chão. A ligação direta com Florianópolis passa pela cidade de Alfredo Wagner, via BR-282. Lages conta com boa rede de hotéis espalhados pela cidade, sendo que no interior a opção de hospedagem fica para as pousadas e hotéis fazendas.

O Morro da Cruz, a Catedral de Lages, o Parque Jonas Ramos, a Praça João Ribeiro, ao lado da Praça Vidal Ramos, e o Centro Cultural e Memorial Nereu Ramos são os principais pontos turísticos. Não deixe de visitar também o Museu Histórico Thiago de Castro, mas não sem antes conferir as restrições de visitação por causa da Pandemia.

Vai ter neve mesmo?

Em relação à chegada da neve, deve nevar no Estado entre os último dias de junho e os primeiros de julho. Já se sabe que neste inverno, o frio será intenso em Santa Catarina e, principalmente, na Serra, é mais provável que a neve aconteça. 

Afinal, o estado fica no Hemisfério Sul, região onde a frequência de neve pode ocorrer entre os meses de março e setembro. De acordo com o EPAGRI/CIRAM, Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina, para esta primeira semana de inverno, ainda não há confirmação do fenômeno.

Tudo sobre a neve em SC

Leia também

Veja dicas de como trafegar em caso de pista congelada

Relembre: Neve é registrada em pelo menos 107 cidades de Santa Catarina

Neve em Santa Catarina: saiba em quais cidades é possível ver o fenômeno

Relembre a neve em Santa Catarina com fotos

Neve em Minas Gerais? Entenda o fenômeno que mudou a paisagem de cidades mineiras

Colunistas